PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras não vai ao mercado por pontas e reforça confiança nas 'crias'

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

28/01/2022 07h00

O Palmeiras não foi ao mercado de forma tão agressiva quanto em outros anos, porém buscou se reforçar pontualmente para repor saídas e suprir carências. Para esta temporada, o Verdão não entendeu que precisaria trazer atacantes de velocidade que atuem pela beirada.

Até o momento, o único reforço do Palestra para o sistema ofensivo foi Rafael Navarro, que é centroavante e não joga pelos lados. Dessa forma, o clube alviverde valoriza Wesley e Gabriel Veron, apostando que a dupla pode brilhar nesta temporada.

Apesar de Abel Ferreira não sinalizar que pretende ter um ponta veloz como titular, já que a linha de frente é composta por Dudu, Raphael Veiga, Gustavo Scarpa e Rony, como centroavante, o treinador gosta de ter atacantes com explosão e que ofereçam jogadas individuais pelos lados.

Na última temporada, Wesley chegou a ser titular em momentos pontuais, porém não conseguiu ter uma grande sequência na equipe. Por outro lado, Veron conviveu com muitos problemas físicos, mas se recuperou na reta final e foi até mesmo determinante na Libertadores, já que fez a jogada do gol de Dudu contra o Atlético-MG, na semifinal.

O Verdão ainda conta com Giovani, de apenas 18 anos, que brilhou na conquista da Copinha. O clube recusou nesta semana uma proposta do Ajax, da Holanda, pela joia. A princípio, o Alviverde não pretende vendê-lo por um valor inferior a sua multa, de 60 milhões de euros (cerca de R$ 362 milhões). Habilidoso, o atacante é visto como um atleta de muito potencial.

Desde que estreou pelo time profissional do Palmeiras, Wesley já disputou 78 partidas, marcou dez gols e deu nove assistências pelo Verdão. Aos 22 anos, o atacante tem contrato com o clube válido até o final de 2024.

Enquanto isso, Veron acumula 64 partidas pela equipe principal do Palestra. O jogador de 19 anos, que registra 12 gols e oito assistências pelo time alviverde, tem contrato com o Palmeiras até 2025.

Com a vitória sobre a Ponte Preta, o Verdão foi a seis pontos, na liderança do grupo C do Campeonato Paulista. O time comandado por Abel volta a campo no sábado, contra o São Bernardo, às 16h, no ABC.