PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Ceni completa 10 jogos com aproveitamento inferior ao de antecessores

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

30/11/2021 07h00

Classificação e Jogos

Rogério Ceni completou 10 partidas no comando do São Paulo no última sábado, na vitória de 2 a 0 sobre o Sport. A segunda passagem do técnico pelo clube, no entanto, ainda não está agradando a todos os torcedores tricolores.

Até o momento, o comandante soma quatro vitórias, três empates e três derrotas, resultando em um aproveitamento de 50% dos pontos disputados. Além disso, são oito gols marcados e oito sofridos. Com esses números, portanto, o ex-goleiro apresenta um rendimento pior que Hernán Crespo e Fernando Diniz, os dois últimos trinadores do São Paulo.

Em seus 10 primeiros compromissos pelo Tricolor, o argentino somou ótimos números. Depois de empatar com o Botafogo-SP na estreia, foram mais oito triunfos e somente uma derrota, gerando um aproveitamento de 83,3%. O bom trabalho, aliás, seguiu até o título do Campeonato Paulista. Porém, após o mau primeiro turno no Brasileirão, ele acabou sendo demitido.

Já Diniz teve números semelhantes ao de Rogério Ceni em seus embates iniciais no banco de reservas do clube do Morumbi. Foram cinco vitórias, dois empates e três derrotas. Ou seja, 51% de aproveitamento. Apesar das diversas críticas sobre seu trabalho, o técnico conseguiu levar o São Paulo ao quarto lugar do Brasileirão de 2020.

O último a ter um aproveitamento inferior ao do atual treinador foi Cuca, em 2019. Na ocasião, o agora comandante do Atlético-MG teve apenas 50% de rendimento em seus 10 primeiros jogos pelo Tricolor, com quatro vitórias, três derrotas e três empates.

Agora, Rogério busca melhorar seus números diante do Grêmio, nesta quinta-feira, às 20 horas (de Brasília), fora de casa, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. No momento, o São Paulo está em 12º, com 45 pontos, cinco a mais que o Juventude, primeiro time dentro da zona do rebaixamento.

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do informado anteriormente pela nota, o início de Cuca no São Paulo em 2019 teve aproveitamento de 50% em dez partidas --não 46,6%. O erro foi corrigido.

São Paulo