PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras busca vitória sobre o Fla no tempo normal para fugir do fantasma dos pênaltis

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

27/11/2021 08h00

Neste sábado, Palmeiras e Flamengo se enfrentam na grande decisão da atual edição da Libertadores. A bola rola às 17h (horário de Brasília), no Estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai. Para conquistar o torneio pela segunda temporada consecutiva, o Verdão espera conseguir vencer o Rubro-Negro no tempo normal, já que o desempenho da equipe nas penalidades tem sido para lá de negativo. Apenas neste ano, o Alviverde já foi superado em quatro disputas.

A primeira delas foi no Mundial de Clubes. Depois de perder para o Tigres, o Palmeiras decidiu o terceiro lugar com o Al Ahly, do Egito. Como o tempo normal terminou empatado por 0 a 0, os times foram para as cobranças de pênalti. Rony, Luiz Adriano e Felipe Melo desperdiçaram para o Verdão, que foi derrotado.

Em seguida, o time comandado por Abel Ferreira disputou a final única da Supercopa do Brasil contra o Flamengo. Após um empate por 2 a 2 nos 90 minutos, o Rubro-Negro levou a melhor nos pênaltis. Dessa vez, Luan, Danilo, Gabriel Menino e Mayke erraram suas cobranças.

Na sequência, o Palmeiras enfrentou o Defensa y Justicia na Recopa Sul-Americana. O Verdão venceu o primeiro jogo por 2 a 1, fora de casa, porém foi derrotado pelo mesmo placar na volta, em Brasília. Nos pênaltis, o time palestrino foi novamente batido, com Luiz Adriano e Weverton desperdiçando as suas cobranças.

Por fim, o Alviverde duelou como CRB, ainda pela terceira fase da Copa do Brasil. Depois de uma vitória por 1 a 0 em Alagoas, o time comandado por Abel foi batido pelo mesmo placar no Allianz Parque. Na disputa de pênaltis, o Verdão foi superado pelos visitantes. Lucas Lima, Breno Lopes, Marcos Rocha e Luiz Adriano desperdiçaram as suas cobranças na ocasião.

Vale lembrar, no entanto, que a primeira taça da Libertadores conquistada pelo Palmeiras veio nos pênaltis. Depois de perder por 1 a 0 para o Deportivo Cali na Colômbia, o Verdão venceu o adversário por 2 a 1 no Palestra Itália, com gols de Evair e Oséas. Nas penalidades, o Alviverde levou a melhor e ficou com o título.

Futebol