PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Renato explica por que substituiu Gabigol no empate contra o Cuiabá

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

18/10/2021 13h44

O Flamengo ficou no empate sem gols com o Cuiabá, neste domingo, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. No segundo tempo, o técnico Renato Gaúcho tirou Gabigol, que retornava da Seleção Brasileira. O comandante do Fla explicou por que sacou o artilheiro do time.

"O Gabigol quase que nem entra em campo. Ele passou mal no vestiário e no intervalo. Tomou remédio antes do jogo. Tomou remédio no intervalo. Eu perguntei para ele se tinha condições, se estava passando mal. Pedi para voltar mais alguns minutos no segundo tempo e, caso não desse, eu ia ter que tirar. Ele passando mal do estômago, deixá-lo em campo não estando bem, coloquei um homem de área. Deixei o máximo no campo, mas chegou um momento que tive de tirar", declarou Renato Gaúcho.

O técnico do Rubro-Negro tirou Gabigol e Everton Ribeiro ao mesmo tempo, aos 28 minutos do segundo tempo. O meia também retornava da Seleção Brasileira. Eles entraram em campo na quinta-feira, na vitória sobre o Uruguai, na Arena da Amazônia, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.

Gabigol disputou 29 minutos e balançou as redes, enquanto Everton Ribeiro jogou menos tempo, por 19 minutos. O meia declarou que não havia nada combinado sobre ser substituído contra o Cuiabá.

Com o empate sem gols no Maracanã, o Flamengo desperdiçou uma oportunidade de diminuir em três pontos a vantagem do líder Atlético-MG, que perdeu na rodada. O clube carioca está a dez pontos do Galo, com dois jogos a menos em relação ao rival.

O Rubro-Negro, agora, dá uma pausa no Brasileiro e foca na semifinal da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, o clube carioca faz o jogo de ida contra o Athletico-PR, às 21h30 (de Brasília), na Arena da Baixada.

Futebol