PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Abel aposta na preparação mental para decisão após derrota no Derby

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

28/09/2021 07h00

Classificação e Jogos

Apenas três dias depois de ser derrotado pelo Corinthians, o Palmeiras entrará em campo para a partida mais importante da temporada. O Verdão encara o Atlético-MG, no Mineirão, às 21h30, pela segunda semifinal da Libertadores. Abel Ferreira sabe o quão necessário é estar preparado mentalmente para o jogo decisivo.

Após o duro revés para o rival, o treinador destacou que os atletas brasileiros têm dificuldade ao assimilarem tropeços, sendo um dos aspectos que precisam ser trabalhados constantemente pela comissão técnica.

"É por isso que a regra das 24 horas não serve só para as vitórias, serve para vitórias e derrotas. Já disse que o jogador brasileiro, em termos de capacidade física e talento técnico, sobra. Mas a capacidade de lidar com as adversidades e com os obstáculos é um aspecto que tem que se melhorar", disse o técnico.

A regra das 24 horas nada mais é um princípio implantado por Abel que prevê o prazo de um dia para que os jogadores extravasem a felicidade após uma vitória ou recolham os cacos depois de uma derrota. Após esse período, é necessário retomar o rumo do trabalho.

Na sequência, o treinador do Verdão falou sobre o impacto que o equilíbrio emocional e psicológico tem no desempenho dos atletas, ressaltando a diversidade de perfis que compõem o elenco do Alviverde.

"Hoje em dia, as equipes têm bons treinadores e jogadores, mas o que faz diferença é aquilo que está no meio das duas orelhas. És focado, és concentrado e és competitivo. Competir para ganhar é tudo. Umas vezes vamos errar, outras vamos acertar", afirmou Abel.

"Logicamente que, com os jogadores experientes, ganhamos algumas coisas. Com os mais jovens, ganhamos outras. Nós temos um elenco equilibrado e com uma boa mistura, um elenco que já deu muitas alegrias aos nossos torcedores", finalizou.

Em caso de um empate com gols, o Palmeiras garante vaga na final da Libertadores, enquanto um novo 0 a 0 leva à disputa de pênaltis. O vencedor do confronto brasileiro terá pela frente na grande decisão o time que avançar do duelo entre Flamengo e Barcelona-EQU. Na primeira semifinal, o Rubro-Negro derrotou os equatorianos por 2 a 0, no Maracanã.

Palmeiras