PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Nova regata de veleiros no Ártico alertará para mudanças climáticas

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

25/09/2021 19h38

O organizador da Rota do Rum lançará, em 2023, uma regata entre Quebec e Vancouver. O evento terá como objetivo atrair a atenção para as mudanças climáticas, ao incluir em seu traçado uma parte do Ártico canadense que atualmente é navegável por causa do aquecimento global.

Batizada de "North Pole Race" ("Corrida do Polo Norte", em tradução livre), esta nova competição será realizada a cada dois anos em barcos de alumínio, entre o período do verão boreal, livre de gelo, e a volta das precipitações invernais. A informação foi divulgada por Hervé Favre, presidente do grupo francês OC Sport, que foi citado pelo jornal canadense La Presse, de Montreal.

"A North Pole Race conscientizará a população mundial sobre o desenvolvimento sustentável e a importância de agir agora para salvar o meio ambiente", disse o prefeito de Quebec, Régis Labeaume, ao anunciar a regata polar em 17 de setembro.

O degelo no Ártico.

De acordo com uma nota publicada pela prefeitura da cidade, a regata "não poderia existir sem o aquecimento global, porque o degelo na Passagem do Noroeste é o que permite transitar por essa rota marítima estratégica."

A regata North Pole Race reunirá times de dez países, "idealmente os membros do Conselho do Ártico e outros países-chave", entre os quais estão Canadá, China, Rússia, França e Dinamarca, informou a prefeitura da Cidade de Quebec.

"Cada equipe será composta por um cientista, um capitão experiente e cidadãos", acrescentou o comunicado.

A Passagem do Noroeste consiste em uma vasta rede de ilhas inóspitas situadas além do Círculo Polar Ártico, que permite que os barcos economizem aproximadamente 7.000 km para fazer o trajeto entre Europa e Ásia.

Futebol