PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ceará bate Chapecoense por 1 a 0 e encerra jejum de seis jogos sem vitória no Brasileirão

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

25/09/2021 18h59

O Ceará venceu a Chapecoense, neste sábado, por 1 a 0. A partida, válida pela 22ª rodada do Brasileirão Série A, ocorreu no Castelão e contou com gol de Jael.

Com o resultado, o Vozão volta a ganhar após seis jogos de jejum no campeonato: é o 10º colocado, com 28 pontos. Já o time catarinense, que tem dez, segue na lanterna.

O Ceará volta a campo no próximo sábado, às 19h00 (de Brasília), quando encara o Bahia fora de casa. A Chapecoense, por sua vez, recebe o São Paulo no domingo, às 16h00.

O jogo - O início do primeiro tempo foi intenso, com o time visitante, treinado por Pintado, no ataque e criando chances. Porém, quem se impôs no confronto e construiu mais oportunidades foi o Ceará de Tiago Nunes. A equipe da casa comandou a posse de bola e finalizou mais vezes, mas pecou nos chutes.

Já na etapa complementar, que também foi movimentada, o Ceará inaugurou o marcador aos sete minutos. Luiz Otávio foi derrubado dentro da área e, de pênalti, Jael abriu o placar no Castelão. Na batida, o atacante deslocou o goleiro e, de cavadinha, acertou o canto esquerdo de Keiller.

A Chape ainda teve Jordan expulso aos 22 minutos. O zagueiro fez falta em Vina na entrada da área e, assim, recebeu o segundo cartão amarelo. O Vozão, por sua vez, administrou o resultado, mas seguiu pecando nas finalizações.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 1 X 0 CHAPECOENSE

Local: Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)

Data: 25 de setembro de 2021, sábado

Hora: 17h00 (de Brasília)

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)

Assistentes: Jean Marcio dos Santos (RN) e Lorival Candido das Flores (RN)

VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)

Cartões amarelos: Jordan, Moisés Ribeiro e Lima (Chapecoense)

Cartão vermelho: Jordan (após dois amarelos)

GOL:

Ceará: Jael (aos 7 do 2º tempo)

CEARÁ: Richard; Gabriel Dias, Gabriel Lacerda, Luiz Otávio e Bruno Pacheco (Lima); Geovane (Marlon) e Fernando Sobral; Rick (Erick), Vina (Gabriel Santos) e Kelvyn; Jael (Cléber)

Técnico: Tiago Nunes

CHAPECOENSE: Keiller; Matheus Ribeiro, Kadu, Jordan e Busanello (Geuvânio); Moisés Ribeiro (Lima), Alan Santos (Ezequiel), Denner e Bruno Silva (Perotti); Anselmo Ramon (Derlan) e Mike

Técnico: Pintado

Futebol