PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Sem marcar em três partidas, Santos de Carille tem média de 12 finalizações por jogo

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

19/09/2021 09h34

Na noite deste sábado, o Santos empatou em 0 a 0 com o Ceará, fora de casa, em jogo válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado pressiona o técnico Fábio Carille que, em três partidas à frente da equipe, perdeu uma e empatou duas.

Sob comanda do novo treinador, apesar da média de 12 finalizações por jogo, segundo dados do Footstats, o Peixe ainda não conseguiu balançar as redes. Contra o Vozão, o Alvinegro Praiano teve grande oportunidade em cobrança de pênalti, mas Marinho desperdiçou.

Apesar de sofrer apenas um gol em três jogos, a defesa do Santos dá espaços aos seus adversários, que chutam em média 11,6 vezes por partida.

O empate com o Ceará levou o Peixe a uma sequência de nove jogos sem vitória. Neste período, foram quatro empates e cinco derrotas.

13º colocado no Brasileiro, o Peixe busca se afastar da zona de rebaixamento. A atual distância dos comandados de Carille para o Z-4 é de três pontos, mas essa distância pode diminuir, já que o América-MG, que está na 17º posição, possui jogos por fazer.

No próximo domingo, o Santos visita o Juventude, às 16 horas (de Brasília), em jogo válido pela 22ª rodada do campeonato.

Futebol