PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Carl Lewis critica equipe dos EUA do revezamento 4x100m após eliminação

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

05/08/2021 06h15

A equipe masculina americana do revezamento 4×100 metros do atletismo foi eliminada nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, nesta quinta-feira, surpreendendo a todos e irritando o lendário Carl Lewis, que considerou a atuação vergonhosa.

O 'Team USA' contava com vários destaques em sua equipe, com Trayvon Bromell (o homem mais rápido da temporada nos 100 metros), Fred Kerley (vice-campeão olímpico nos 100m), Ronnie Baker (quinto atleta olímpico nos 100m) e Cravon Gillespie. No entanto, com o tempo de 38 segundos e 10 centésimos a equipe foi a sexta colocada em sua eliminatória.

"Não fizemos nosso trabalho hoje. Não há desculpas", admitiu Kerley.

Depois da série, Carl Lewis (60 anos), que conquistou nove medalhas de ouro em Jogos Olímpicos e foi campeão mundial oito vezes, responsabilizou a equipe americana por essa eliminação.

"A equipe dos Estados Unidos fez tudo errado no revezamento masculino", escreveu o ex-atleta no Twitter. "Ficou claro que não havia liderança. Foi uma vergonha total e é completamente inaceitável que um time dos Estados Unidos pareça pior do que alguns caras da AAU (União Atlética Amadora)", acrescentou.

Duas medalhas de ouro olímpicas e três títulos mundiais de Lewis foram conquistados no revezamento 4×100 metros.

Esta eliminação representa uma nova decepção para os Estados Unidos, que ainda não conquistaram nenhum título em Tóquio-2020 no sprint (100 e 200 metros), no masculino nem no feminino.

Futebol