PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Em Tóquio, vôlei de praia brasileiro fica com pior resultado da história olímpica

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

04/08/2021 06h30

As quatro duplas do Brasil - entre o masculino e o feminino - estão fora da disputa por medalhas no vôlei de praia dos Jogos Olímpicos de Tóquio. O inesperado resultado decretou a pior participação do país desde que a modalidade entrou no programa olímpico, em 1996.

Nas últimas seis edições de Jogos, o Brasil havia subido no pódio do vôlei de praia com, ao menos, uma dupla. O país acumula 13 medalhas na modalidade, sendo seis no masculino e sete no feminino.

Ágatha e Duda foram eliminadas logo nas oitavas de final do vôlei de praia - Daniel LEAL-OLIVAS / AFP

A queda desempenho é grande relação ao Rio-2016. Em casa, o Brasil conseguiu duas medalhas no vôlei de praia, com o ouro de Alison e Bruno Schmidt e a prata com Ágatha e Bárbara Seixas.

A última esperança na competição era a dupla Alison e Álvaro. Nesta quarta-feira, eles foram derrotados pelos letões Plavins e Tocs por 2 sets 0, na fase de quartas de final.

Anteriormente, Ana Patrícia e Rebecca também foram eliminadas nas quartas de final. Outras esperanças brasileiras, Ágatha e Duda e Evandro e Bruno Schmidt caíram ainda nas oitavas de final.

Futebol