PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Titular em 3 dos últimos 4 jogos, Rigoni vira jogador decisivo, mas gera temor por nova lesão

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

02/08/2021 06h00

Emiliano Rigoni vem sendo o jogador mais decisivo do São Paulo nos últimos jogos. Desde que chegou ao clube, o argentino já participou de dez gols, balançando as redes seis vezes e dando quatro assistências, mas o acúmulo de partidas vem gerando temor por uma nova lesão.

Rigoni sofreu um edema na coxa direita na vitória sobre o Internacional por 2 a 0 no Beira-Rio, a primeira do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Recuperado, o atacante foi titular em três dos últimos quatro jogos da equipe na temporada, se tornando indispensável para o técnico Hernán Crespo.

"Não gosto até de falar, porque são situações que são evidentes. O Rigoni está fazendo muito bem seu papel desde quando chegou ao São Paulo, estamos todos muito felizes com a sua chegada. Só realmente preocupado e espero que a Confederação veja os erros que aconteceram e possam relevar o cartão vermelho [recebido por ele]", disse Hernán Crespo.

No polêmico clássico do último sábado, contra o Palmeiras, Rigoni novamente foi às redes, mas teve o seu gol anulado por impedimento. No final da partida, após Gustavo Gómez cabecear contra o próprio gol, estufando as redes palmeirenses, a arbitragem novamente invalidou o tento são-paulino, motivo suficiente para Rigoni perder a cabeça, ofender o árbitro e ser expulso.

Como não poderá atuar na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada, Rigoni tem tudo para ser titular no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Vasco da Gama, quarta-feira, em São Januário.

Caso isso se confirme, Rigoni chegará a três jogos consecutivos como titular do São Paulo, com um intervalo de três dias em média entre as partidas. Como a equipe entrou em campo neste sábado, desta vez o técnico Hernán Crespo terá quatro dias para recuperar seus atletas, mas o temor por uma nova lesão do atacante argentino, peça-chave do time tricolor, e de outros nomes do elenco existe e incomoda toda a comissão.

Futebol