PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Bruno Fratus detalha preparação para final e agradece Cielo e Scheffer pelo bronze

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

01/08/2021 00h11

Após a conquista da medalha de bronze nos 50m livre em Tóquio, Bruno Fratus explicou alguns detalhes de sua preparação para a final. O brasileiro comentou que saiu das redes sociais e trabalhou a parte psicológica para realizar uma boa prova e garantir um lugar no pódio.

"Um dos motivos pelo qual saí das redes sociais aqui é porque precisava estar isolado no meu mundo. Quando a competição vai chegando, eu vou afunilando e tirando cada vez mais coisas que não importam muito e priorizando o que é importante. Hoje foi o último momento em que estava eu e minha raia", disse ao COB.

"Vocês sabem que eu tenho uma cobrança muito grande em cima de mim, então às vezes meu trabalho de psicologia é botar o pé no freio, calma, relaxa, não se cobra tanto e hoje consegui não me cobrar tanto e isso mostra o quanto você não faz a parada sozinho", completou.

Bruno também fez agradecimentos especiais a Cesar Cielo, recordista mundial dos 50m livre, Fernando Scheffer, medalhista de bronze nos 200m livre também em Tóquio, e Fernando Scherer, o Xuxa, o qual considera como ídolo.

"Queria agradecer dois caras, um é o Cesar Cielo, que mostrou que era possível há uns anos atrás. No começo da minha carreira se eu não tivesse tido a oportunidade de competir ao lado de quem eu acredito ser o melhor velocista da história eu não teria chegado aqui hoje. E agradecer ao Fernando Scheffer, que mostrou essa semana que era possível. Por várias vezes, quando eu estava ansioso eu pensava: o Scheffão fez, você pode fazer também", afirmou o brasileiro.

"E disse uma vez que não tenho ídolo, mas vou usar essa palavra, meu ídolo, que eu cresci vendo, Fernando Scherer, que mostrou que era possível anos atrás. Michelle, minha esposa, e o Brett Hawke, meu melhor amigo, meu técnico, que estava mais ansioso do que eu", concluiu Bruno.

Futebol