PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians busca voltar a vencer o técnico Renato Gaúcho depois de quatro anos

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

31/07/2021 08h00

De olho na parte de cima da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, o Corinthians recebe o Flamengo neste domingo, às 16 horas. Para conquistar um bom resultado na Neo Química Arena, no entanto, o Timão precisará quebrar um tabu.

O Alvinegro não consegue derrotar o técnico Renato Gaúcho há mais de quatro anos. O último triunfo foi no dia 25 de junho de 2017. Na ocasião, a então equipe de Fábio Carille contou com um gol decisivo de Jadson para bater o Grêmio por 1 a 0, fora de casa.

Desde então, foram sete encontros, com duas vitórias para o comandante e cinco empates. Todas essas igualdades, aliás, foram por 0 a 0. Os únicos triunfos do treinador foram por 1 a 0, ambos em 2018.

Além disso, Renato Portaluppi jamais perdeu na Neo Química Arena. Em quatro compromissos no local, ele tem uma vitórias e três empates.

No retrospecto geral, entretanto, o duelo é equilibrado, com seis triunfos para cada lado e sete igualdades em 19 encontros, além de 12 gols corintianos e 11 dos clubes do técnico.

O confronto deste domingo, aliás, será um pouco diferente dos anteriores. Isso porque será o primeiro encontro entre Renato e Corinthians depois do técnico recusar a proposta de assumir o comando do Timão.

Depois de demitir Vagner Mancini, o Corinthians investiu todos os seus esforços no comandante, que estava livre no mercado. A expectativa foi grande entre os torcedores alvinegros, que acreditaram em um possível acerto, mas o técnico decidiu negar o convite.

Pouco tempo depois, ele acertou com o Flamengo e explicou porque recusou a proposta do time paulista.

"Quando saí do Grêmio, a primeira coisa que fiz foi entrar de férias. Foram cinco anos, precisava curtir um pouco minha família. Precisava respirar novos ares. Mas não saí do Grêmio pensando no Flamengo. Recusei convites de Santos e Corinthians porque eu precisava de férias. No momento que descansei, apareceu o convite do Flamengo. Essa oportunidade eu peguei. Já descansei e estou realizando meu grande sonho", disse.

Futebol