PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Semanas livres podem dar vantagem ao Palmeiras em clássicos contra o São Paulo

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

30/07/2021 07h00

O Palmeiras, após cerca de quatro meses, conseguiu descansar seu elenco e ter uma semana livre para treinar na Academia de Futebol. Mais que isso, o Verdão completará duas semanas livres para treino até a ida das quartas de final da Libertadores, no dia 10, contra o São Paulo.

Esse raro tempo de treino pode ser o diferencial do Verdão para a sequência de Choques-Rei que virão pela frente, sendo um no Campeonato Brasileiro e dois no mata-mata da principal competição continental. Para o primeiro clássico, que será disputado neste sábado, a equipe de Abel Ferreira virá com "o tanque cheio", enquanto o São Paulo atuou quarta-feira, contra o Vasco, pela Copa do Brasil.

O Tricolor Paulista, inclusive, perdeu por lesão o zagueiro Robert Arboleda nesta partida contra a equipe carioca. O defensor equatoriano sentiu a parte posterior da coxa e deve ser um desfalque para o primeiro clássico da série de três.

Para o jogo da ida das quartas da Libertadores, o Palmeiras terá mais uma semana livre de treino de vantagem em relação ao rival. O Verdão joga o clássico do próximo sábado e depois só entra em campo no final de semana que vem, contra o Fortaleza. A equipe do técnico Hernán Crespo terá o jogo da volta contra o Vasco, no Rio de Janeiro, nesse próximo meio de semana.

Do último dia 25 até o jogo da volta do mata-mata da Libertadores, o Palmeiras terá feito quatro jogos. O São Paulo, por sua vez, terá feito seis. Esse tempo pode ser muito importante para o Palmeiras recuperar jogadores como Luan, Luiz Adrian e Rony, que estão em estágio de transição física.

O primeiro clássico entre Palmeiras e São Paulo será neste próximo sábado, às 19 horas (de Brasília), no Morumbi. O Verdão é o líder do Brasileirão com 31 pontos.

Futebol