PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Diniz comenta sobre broncas a Marinho e valoriza atacante do Santos: "Muito especial"

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

28/07/2021 22h55

O técnico Fernando Diniz comentou sobre as broncas a Marinho durante a vitória do Santos por 4 a 0 sobre a Juazeirense nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

O treinador gostaria de ver Marinho mais aberto, quase na linha. O camisa 11, porém, insistia em procurar a bola por dentro para furar a defesa dos visitantes. O atacante foi substituído aos 38 minutos, quando estava 1 a 0 para o Peixe.

"O jogo estava muito congestionado por dentro. Pedi de fato para ele ficar mais na ponta como o Lucas Braga. Essa insistência era por achar que estava mais fácil para desenvolver o jogo", explicou Diniz, em entrevista coletiva.

"Aproveito a pergunta para falar do Marinho. Jogador muito especial que o Santos tem. Santos tem o privilégio de ter um dos atacantes com maior fator de desequilíbrio no Brasil. Pode decidir em lance individual como já fez várias vezes. Que o Marinho jogue cada vez mais e melhor para ajudar o Santos nesta temporada", completou.

O Santos voltará a campo para enfrentar a Chapecoense no domingo, na Arena Condá, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Marinho recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso.

Pela Copa do Brasil, o Peixe visitará o Juazeirense no dia 5, na Bahia, com a possibilidade de perder por até três gols de diferença para avançar às quartas.

Futebol