PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Confronto entre São Paulo e Vasco é marcado por protagonismo de argentinos

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

28/07/2021 07h00

São Paulo e Vasco se enfrentam netsa quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Morumbi, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O confronto entre as duas equipes é marcado pelo protagonismo de dois jogadores argentinos: Martín Benítez e Germán Cano.

O meio-campista tricolor e o atacante vascaíno, inclusive, são bastante próximos. Na última temporada, os dois jogaram juntos no Cruzmaltino e foram alguns dos poucos atletas poupados de críticas por causa da campanha que resultou em mais um rebaixamento da equipe carioca à Série B.

Benítez chegou ao São Paulo em 2021 como um reforço para compor o elenco comandado pelo técnico Hernán Crespo, mas sua capacidade de armar o jogo, encontrando passes que poucos conseguem, acabou o tornando uma das primeiras escolhas do treinador tricolor.

Nos últimos compromissos do São Paulo, Benítez tem figurado no banco de reservas devido ao seu histórico de lesões. Para prevenir o atleta de qualquer problema físico, a comissão técnica vem dosando a participação do meia nos jogos da equipe, o preservando para os duelos mais decisivos, caso desta quarta-feira, contra o Vasco, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Como não poderá atuar no próximo sábado, contra o Palmeiras, no Morumbi, por acúmulo de cartões amarelos, Benítez tem tudo para iniciar jogando nesta quarta-feira, reencontrando o clube pelo qual despontou no cenário nacional.

Germán Cano, por sua vez, é ainda mais elementar para a equipe do Vasco da Gama. O atacante argentino disputa sua segunda temporada pelo clube carioca e atualmente conta com uma média de praticamente um gol a cada dois jogos.

Aos 33 anos, Cano vem demonstrando estar em ótima forma. O atacante vem de 19 jogos consecutivos como titular do Vasco e, mesmo estando em seu segundo ano de clube, já é o segundo maior artilheiro estrangeiro da história do Cruzmaltino, com 37 gols, atrás apenas do uruguaio Villadoniga, que soma 83 tentos.

Futebol