PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Justiça do Rio anula eleição de Caboclo na CBF e nomeia presidente da FPF e Landim como interventores

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

26/07/2021 17h16

A eleição de Rogério Caboclo à presidência da CBF em 2018 foi anulada nesta segunda-feira. A Justiça do Rio de Janeiro aceitou o pedido do Ministério Público de contestação pela mudança das regras eleitorais da entidade e nomeou dois interventores. A informação foi divulgada pelo "ge", e ainda cabe recurso da decisão.

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, e Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista de Futebol, foram escolhidos como interventores - ou seja, para assumir a entidade nos próximos 30 dias. A dupla, que ainda não se pronunciou se aceitará, terá como objetivo organizar uma nova votação sobre as mudanças estatutárias.

Mesmo com a nomeação de Landim e Reinaldo, Antonio Carlos Nunes deve seguir de forma interina na presidência, trabalhando junto com os dois. O dirigente ocupa o cargo desde que Rogério Caboclo foi afastado por conta de denúncia de assédio a uma funcionária da entidade.

A decisão de anular a eleição de 2018 decorre de uma mudança no formato do pleito. Ainda em 2017, os votos passaram a ter pesos maiores para as Federações em comparação com os clubes.

A CBF deve recorrer da decisão da Justiça na 2ª Vara Cível da Barra, no Rio de Janeiro.

Futebol