PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Após prata em Tóquio, Rayssa Leal vira sensação nas redes sociais

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

26/07/2021 16h01

A skatista Rayssa Leal, de 13 anos, se tornou a medalhista mais jovem da história do Brasil em uma Olimpíada. Nesta segunda-feira, ela conquistou a prata na prova de Skate Street.

Por conta do carisma de Rayssa e de seu desempenho de alto nível, milhões de torcedores brasileiros acompanharam a "Fadinha" nas redes sociais.

O Twitter, por exemplo, registrou mais de duas milhões de postagens mencionando a atleta desde a última sexta-feira. Inclusive, a rede social criou uma seção especial para ela, destacando os principais conteúdos veiculados. Além disso, celebridades, influenciadores, atletas e jornalistas interagiram.

Ídolos do futebol, como Pelé e Romário, homenagearam a Fadinha. Gabigol e Richarlison, da Seleção Brasileira, também postaram na rede social.

Além dos atletas, alguns clubes se manifestaram. Entre eles, o Corinthians, time de coração de Rayssa, e o Grêmio. A skatista frequentava a escola do Tricolor Gaúcho em Imperatriz, no Maranhão.

As menções a "Skate Street" também não foram poucas. A modalidade estreante em Tóquio foi citada mais de 6 milhões de vezes, superando as duas milhões de interações com o "Vôlei".

Rayssa, em declaração à TV Globo, falou sobre a repercussão de seu nome nas redes: "Ainda não acredito, mas parece que foi grande o negócio. Saber que tinha muitas outras pessoas treinando há anos para estar aqui, não só do skate, e ter conseguido levar uma medalha para o Brasil, é muito gratificante."

Futebol