PUBLICIDADE
Topo

Alison melhora, mas não deve voltar ao Santos contra o América-MG

Alison no treino do Santos FC no CT Rei Pelé - Ivan Storti/Santos FC
Alison no treino do Santos FC no CT Rei Pelé Imagem: Ivan Storti/Santos FC

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

02/07/2021 06h00

Alison evoluiu em processo de fortalecimento do joelho esquerdo, mas ainda deve ser desfalque do Santos contra o América-MG no sábado, no Estádio Independência, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

O problema no joelho é antigo. Em 2020, o capitão sofreu uma ruptura parcial em ligamento. Na ocasião, a decisão do meio-campista foi de não operar e seguir pelo tratamento convencional.

Alison se recuperou bem, mas precisa de fortalecimento contínuo e a sequência de jogos atrapalha a saúde do joelho. Uma sobrecarga fez o atleta de 28 anos ficar fora contra The Strongest, Palmeiras, São Bento e Boca Juniors em maio, por exemplo.

O volante foi titular em seis jogos consecutivos em 18 dias - Bahia, Cianorte, Ceará, Cianorte de novo, Juventude e Fluminense -, e voltou a sentir dores. Aos 20 minutos da partida contra o Grêmio, pediu para sair e agora cuida do joelho na fisioterapia. Ele não enfrentou Atlético-MG e Sport.

Sem Alison, o Santos deve ter Camacho como titular outra vez. Há duas dúvidas para o técnico Fernando Diniz: João Paulo ou John e Gabriel Pirani ou Carlos Sánchez.

A provável escalação é João Paulo (John), Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Camacho, Jean Mota e Gabriel Pirani (Carlos Sánchez); Marinho, Marcos Guilherme e Kaio Jorge.