PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Diante do Ceará, Crespo pode atingir seu maior jejum no São Paulo

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

25/06/2021 08h00

Classificação e Jogos

Hernán Crespo já está convivendo com a sua primeira crise no São Paulo. Contratado em fevereiro deste ano, o técnico rapidamente caiu na graça dos torcedores ao levar o Tricolor ao título do Paulistão. Nos últimos jogos, no entanto, o time caiu de rendimento e agora já soma quatro embates seguidos sem vitórias na temporada.

Dessa forma, caso o clube não vença o Ceará no próximo domingo, no Castelão, o comandante argentino irá atingir o seu maior jejum de triunfos desde que chegou ao Brasil.

Até então, a pior sequência foi registrada entre os dias 2 e 12 de maio, quando a equipe emplacou quatro empates seguidos (Corinthians, Racing, Mirassol e Rentistas). Na ocasião, todos os compromissos foram realizados longe de casa.

Com o empate de 2 a 2 com o Cuiabá nesta quarta-feira, portanto, o São Paulo igualou essa série. A atual fase, no entanto, é pior, já que registra duas derrotas e duas igualdades, ambas em pleno Morumbi. Logo, em caso de tropeço contra o Ceará, Crespo conhecerá o seu pior momento no clube.

O técnico, aliás, afirmou que o único culpado por essa falta de resultados é ele mesmo. E para tentar sair dessa má fase, ele ressaltou que é importante ter paciência e insistência.

"O resultado não está chegando, e um culpado está aqui (apontando para ele mesmo), não está jogando. A única saída é continuar trabalhando. A situação não é fácil, não é a que todos pensávamos, não é o melhor começo e sabemos. Não merecemos estar aí, mas estamos, então vamos aceitar e continuar trabalhando sabendo que temos um elenco que pode conseguir resultados melhores, sem dúvidas. É continuar trabalhando, insistir", disse em coletiva.

O São Paulo visita o Ceará tentando buscar sua primeira vitória no Brasileirão neste domingo, às 20h30 (de Brasília), na Arena Castelão, pela sétima rodada.

São Paulo