PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Gestão empresarial do futebol chileno se desenvolve e possui potencial para crescer

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

23/06/2021 07h00

Presente na Europa e nos Estados Unidos, o modelo administrativo de clube empresa vem crescendo nos últimos anos. O projeto passou a ganhar espaço no futebol latino-americano, e times da região começaram a se estruturar sob a influência do novo estilo de gestão, como os do Chile.

O mercado de futebol profissional chileno sofreu profundas alterações em 2005. As mudanças trouxeram benefícios aos clubes, e o país se tornou a terceira força no mercado da América Latina, ficando atrás apenas de Brasil e México.

Como resultado, de acordo com a Sports Value, o Chile desenvolveu sua organização empresarial e hoje apresenta chances de crescer, principalmente se procurar novos mercados internacionais. A situação é ilustrada pelo faturamento de US$ 154 milhões (R$ 763,7 milhões) pelos times da primeira divisão, valor maior que o de clubes argentinos e colombianos. Porém, as maiores quantias estão concentradas nas mãos das principais equipes do país.

Maiores times chilenos - Receitas e custos de 2019 em US$ milhões (Foto: Reprodução/Sports Value)

Futebol