PUBLICIDADE
Topo

Vôlei

Bernard é homenageado e passa a integrar Hall da Fama do COB

Bernard é homenageado e passa a integrar Hall da Fama do COB - Divulgação/COB
Bernard é homenageado e passa a integrar Hall da Fama do COB Imagem: Divulgação/COB

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

20/06/2021 14h20

Ídolo da geração que conquistou a medalha de prata na Olimpíada de 1984 no vôlei masculino, Bernard Rajzman é mais um integrante do Hall da Fama do Comitê Olímpico do Brasil (COB). O criador do saque "Jornada nas Estrelas" eternizou as suas mãos em cerimônia neste domingo durante a 9ª etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia.

"Eu quero dizer que para mim é uma honra muito grande e um orgulho entrar para esse Hall da Fama, eleito pelo organismo mais importante do esporte brasileiro. A gente vive uma vida para fazer o esporte da melhor forma e, quando a gente consegue ter esse reconhecimento, nos dá mais estímulo para continuar nessa luta pelo esporte brasileiro. Agradeço ao Comitê Olímpico do Brasil e à Confederação Brasileira de Volleyball por essa homenagem. Espero que o esporte cresça e que a gente traga algumas medalhas nos Jogos Olímpicos de Tóquio! Muito obrigado a todos pelo carinho e atenção!", disse Bernard.

No último dia 08, quando completava 107 anos, o COB lançou a versão digital do seu Hall da Fama para ser referência sobre esporte olímpico brasileiro, com perfis detalhados e grande acervo de fotos e vídeos em parceria com COI, Confederações e imprensa.

A ideia é que todas as homenagens se juntem em um museu no Centro de Treinamento Time Brasil, num espaço aberto à visitação pública e que conterá com um mural onde os moldes das mãos ou pés dos homenageados ficarão disponíveis. Todos terão um QR Code que levará os visitantes à página do homenageado no portal e, assim, todo torcedor poderá ter uma experiência imersiva e inesquecível. Rogério Sampaio, diretor-geral do COB, agradeceu a Bernard pelo trabalho fora das quadras que ajudou o Brasil na conquista de algumas medalhas, inclusive a de ouro do próprio Rogério em Barcelona 1992.

"Gostaria de destacar que o Bernard, desde que deixou de ser atleta, assumiu um compromisso pessoal de trabalhar em prol do esporte. O trabalho dele quando ocupava o cargo de Secretário Nacional do Esporte foi fundamental para que eu pudesse ter uma medalha olímpica. Agradeço muito pelo teu trabalho e deixo aqui também a gratidão do Comitê Olímpico do Brasil por sua dedicação. Você conseguiu aquele objetivo de todo atleta quando conquista uma medalha olímpica: inspirar outros atletas. Até hoje você continua inspirando as novas gerações e, por isso, esse reconhecimento do COB à você e ao seu legado", disse Rogério.

Visando valorizar os heróis olímpicos brasileiros, o Hall da Fama realiza homenagens todos os anos, desde 2018, a personagens que contribuíram de maneira marcante com o esporte olímpico brasileiro, promovendo o Olimpismo e inspirando novas gerações.

Vôlei