PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Eliminação não abala confiança da direção do Corinthians em Sylvinho

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

11/06/2021 06h00

Classificação e Jogos

O ambiente do Corinthians a um dia do reencontro com o Palmeiras, no Allianz Parque, não é nada tranquilo. A última grande decepção aconteceu na quarta-feira, com a eliminação precoce na Copa do Brasil. A partir de agora, o Timão tem apenas o Campeonato Brasileiro pela frente.

Sylvinho, que chegou ao clube há quatro jogos, já tem o trabalho questionado e duramente criticado por parte dos torcedores, e isso pode ser constatado pelas manifestações nas redes sociais.

O cenário interno, entretanto, é bem diferente, conforme apurou a Gazeta Esportiva.

A maneira de trabalhar do jovem treinador tem agradado em todos os aspectos. Há uma confiança elevada de que Sylvinho "vai dar certo" no Corinthians.

Boa parte dessa crença está atrelada à rotina no CT Joaquim Grava. Quem conviveu no clube nos tempos de Tite, garante que Sylvinho carrega muitas semelhanças.

Sylvinho, por sua vez, nunca negou que tem Tite como uma inspiração. O comandante alvinegro foi um dos auxiliares do atual treinador da seleção brasileira em 2013, no próprio Corinthians, e em 2018, quando participou da preparação e da campanha na Copa do Mundo da Rússia.

Os treinos, a coordenação das atividades, o método para buscar correções, além do trato junto aos atletas têm sido pontos destacados na observação de quem acompanha tudo de perto.

Sylvinho tem promovido treinos considerados curtos, que costumam durar, no máximo, uma hora e quinze minutos. O período reduzido tem um propósito: a cobrança por intensidade, sempre muito forte.

O técnico também é exigente quanto à concentração. Sylvinho tem pedido para que poucas pessoas fiquem a beira do campo onde estão sendo realizadas as atividades. O intuito é tirar qualquer distração e fazer com que os jogadores absorvam tudo que está sendo passado e pedido.

O alinhamento entre técnico e dirigentes acontece por meio de reuniões diárias, quase sempre após a liberação dos jogadores.

Depois duas semanas, o entendimento interno é de que o primeiro reflexo do trabalho já pode ser percebido na defesa e no meio-campo, com movimentações mais compactas, coordenadas e acerto das linhas, principalmente nos dois últimos compromissos, contra América-MG e Atlético-GO.

A diretoria de futebol do Corinthians acredita que os resultados positivos começarão a aparecer em pouco tempo, devido ao trabalho que tem sido feito no CT.

O presidente Duilio Monteiro Alves tem se mostrado convencido de que Sylvinho vai conseguir fazer deste time do Corinthians uma equipe competitiva, que suporte o Brasileirão sem apuros.

Há também consciência das limitações do elenco, principalmente no setor ofensivo, e até que ponto as execuções em campo são de responsabilidade do técnico.

Em suma, o revés na Copa do Brasil não alterou a avaliação da diretoria do Corinthians. Pelo menos por enquanto, a confiança é grande em Sylvinho.

Corinthians