PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Estilo de jogo e desejo de ficar em São Paulo fizeram Diniz torcer por "sim" do Santos

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

11/05/2021 07h00

Fernando Diniz ficou realmente feliz ao acertar com o Santos. O técnico via o Peixe como opção ideal para esse momento da carreira.

Diniz entende que o Alvinegro combina com seu estilo de jogo: ofensivo e de desenvolvimento de atletas das categorias de base. A percepção é que na Vila Belmiro não haverá tanta necessidade de explicar a filosofia pois parte dela é inerente ao clube.

Mas além desse casamento de ideias, Fernando Diniz vê suprida uma vontade familiar. O treinador não gostaria de sair do estado de São Paulo agora.  Diniz tem quatro filhos e o mais velho acabou de começar o curso de Medicina. Estar em São Paulo representa permanecer próximo dos filhos. Até por isso não houve avanço com o Fortaleza.

Diniz encontrou resistência de parte da diretoria e precisou esperar uma semana pelo "sim". Seu contrato está nas normas da CLT (Consolidações das Leis do Trabalho): sem vigência e multa rescisória.

"Santos tem futebol para frente desde que me conheço por gente. Cresci com a geração dos primeiros Meninos da Vila, Juary, João Paulo e Pita, depois o Giovanni, que quase fomos campeões em 1995. Robinho, Neymar, Rodrygo e essa geração atual. Conexão fácil de se fazer do meu nome com o estilo que acompanha a tradição do Santos. Tem muita coisa a ver de fato. Vamos trabalhar muito para a conquista dos objetivos", disse Fernando Diniz, em sua apresentação oficial.

Futebol