PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Miguel, do Fluminense, pede rescisão de contrato na Justiça

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

09/05/2021 16h40

O Fluminense vem tendo temporada de destaque dentro de campo. Os tricolores buscam vaga na final do Campeonato Carioca e estão na liderança do seu grupo na Libertadores.

Só que a diretoria da equipe foi pega de surpresa. Isso porque, na noite de sexta-feira, o meia Miguel pediu a rescisão de contrato com o clube.

O staff do atleta alega o não pagamento de reajuste contratual a partir de junho de 2020, falta de recolhimento do Fundo de Garantia (FGTS) e outras amarrações não cumpridas do contrato.

Miguel surgiu como uma das joias do Fluminense. No entanto, o jogador perdeu espaço no elenco, principalmente nesta temporada - jogou apenas 37 minutos, contra o Resende, em 4 de março.

O jovem de 18 anos tem contrato até 3 de junho de 2022, mas busca a liberação de imediato. Alguns clubes da Europa estão de olho na situação. A Juventus, da Itália, seria a principal interessada em contar com o jogador.

A multa rescisória de Miguel é de 35 milhões de euros (R$ 235 milhões). Agora, o assunto será definido na Justiça.

Futebol