PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Crespo fala em São Paulo jogando no limite do possível e vê queda "normal" da equipe

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

06/05/2021 08h00

O técnico Hernán Crespo reconheceu a queda de rendimento de sua equipe nos últimos compromissos. Passado o empate sem gols com o Racing, na Argentina, pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores, o treinador do São Paulo comentou sobre o desempenho de seus jogadores, categorizando como "normal" a oscilação em meio à dura maratona de jogos neste início de temporada.

"Pessoalmente, gostaria de ter tempo para treinar essas situações, mas a realidade é que não temos tempo, e o Racing fez uma ótima partida, colocou pressão em nós, não tivemos um jogo muito preciso, e é normal. Quando você joga contra grandes times, de alto rendimento, o normal é que você tenha dificuldades. Então, creio que devemos melhorar em vários pontos", afirmou Crespo.

Nesta quarta-feira, o São Paulo, a exemplo do que aconteceu contra o Corinthians, teve sua saída de bola bem marcada pelo Racing e, com dificuldades para fazê-la chegar no campo de ataque, teve de se render aos chutões. Entretanto, Pablo, principal referência no setor ofensivo, não conseguiu vencer os combates com a defesa argentina.

A situação ficou ainda pior no segundo tempo. William, que substituiu Luan, foi expulso por uma suposta força excessiva em uma disputa de bola, mas a decisão da arbitragem foi bastante discutível. Mesmo assim, o Tricolor segurou o adversário para somar mais um ponto na Libertadores.

"Eu acho que o rival foi muito difícil, muito complicado, mas acredito que o time jogou no limite do possível. Faltou precisão, mas o time lutou. Quando você vem a um estádio assim, contra um rival assim, você deve lutar, e o São Paulo lutou", disse o técnico tricolor.

"Muitas vezes nós queremos jogar um certo tipo de jogo, mas é difícil. Quando o time deve lutar, luta. Isso é Copa Libertadores. Nós queremos sempre jogar, mas quando há uma noite difícil, imprecisa, deve lutar. O time lutou", concluiu.

Futebol