PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Com Weverton cotado para Olimpíadas, Galiotte diz vai estudar liberação

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

22/04/2021 05h00

Em grande fase pelo Palmeiras, Weverton está entre os cotados para defender a seleção brasileira nos Jogos Olímpicos de Tóquio, adiados para 2021 em função da pandemia de covid-19. Questionado sobre a possível convocação do goleiro, o presidente Maurício Galiotte falou sobre o tema com cautela e de forma breve.

"Em relação ao Weverton, precisamos aguardar. O que houve são informações não oficiais. Então, precisamos aguardar para entender exatamente qual é a situação em relação a Seleção", declarou o dirigente em entrevista à Rádio Bandeirantes na noite de quarta-feira.

Em sua estreia nas Olimpíadas de Tóquio, marcada para o dia 22 de julho, o Brasil enfrenta a Alemanha e, na sequência, encara Costa do Marfim e Arábia Saudita, pelo Grupo D. Se for convocado, portanto, Weverton desfalcaria o Palmeiras nos torneios do período.

O torneio de futebol das Olimpíadas de Tóquio será disputado fora das datas Fifa, o que permite que os clubes não liberem seus atletas. Pelo regulamento, o técnico André Jardine poderá chamar até três jogadores com mais de 24 anos - a idade limite foi alterada em função do adiamento dos Jogos.

Protagonista do Palmeiras na bem-sucedida última temporada, marcada pela tríplice coroa, Weverton tem moral na CBF e foi chamado pelo técnico Tite para disputar as Eliminatórias Sul-Americanas. Na noite de quarta, ele atuou como titular contra o Universitario, pela primeira rodada da Copa Libertadores, em Lima.

Aos 33 anos de idade, Weverton viveu um dos grandes momentos de sua carreira nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016. Convocado para substituir o lesionado Fernando Prass, o goleiro brilhou na decisão por pênaltis diante da Alemanha e ganhou o ouro inédito no Maracanã.

Palmeiras