PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mais clubes abandonam a Superliga, deixando Barcelona e Real Madrid sozinhos

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

21/04/2021 10h23

Nesta quarta-feira, mais dois times se posicionaram voltando atrás em relação à criação da Superliga Europeia. Milan e Juventus se juntam aos outros oito clubes que desistiram da competição, deixando Real Madrid e Barcelona isolados.

A equipe de Milão emitiu um comunicado oficial anunciando que, devido às manifestações dos torcedores contra a realização do torneio, o clube optou por se retirar. Entretanto, mantém a postura de que mudanças se fazem necessárias no futebol europeu. Já a Juve não teve um posicionamento tão firme, e se ateve a dizer que a possibilidade de o projeto seguir adiante é foi reduzida.

Nos últimos dias, após o anúncio da Superliga, a repercussão foi tão negativa que os clubes foram abandonando a competição. Os únicos que ainda não o fizeram são Real Madrid e Barcelona. O Chelsea foi o primeiro a voltar atrás, seguido por Manchester City, Manchester United, Liverpool, Arsenal, Tottenham, Atlético de Madrid, Inter de Milão, Milan e Juventus.

Confira o comunicado oficial do Milan:

"Aceitamos o convite para participar da Superliga com a intenção genuína de entregar a melhor competição europeia possível para fãs de futebol pelo mundo e no melhor interesse do clube e de nossos fãs.

Mudar nunca é fácil, mas é necessário evoluir para progredir, e as estruturas do futebol europeu evoluíram e mudaram ao longo das décadas. As opiniões e preocupações dos fãs de futebol foram expressadas com clareza sobre a Superliga e o Milan deve mostrar-se sensível às vozes daqueles que amam este maravilhoso esporte. Vamos continuar a trabalhar para entregar um modelo sustentável para o futebol".

Futebol