PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Jardine comenta caminho da seleção em busca do bi nas Olimpíadas

André Jardine comentou a definição dos grupos nos Jogos - Luisa Gonzalez/Reuters
André Jardine comentou a definição dos grupos nos Jogos Imagem: Luisa Gonzalez/Reuters

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

21/04/2021 13h54

Nesta quarta-feira, a seleção brasileira conheceu seu caminho nas Olimpíadas de Tóquio e com direito a reedição da final de 2016. O selecionado comandado por Jardine terá a Alemanha no mesmo grupo e o técnico brasileiro comentou o sorteio.

Além de Brasil e Alemanha, o sorteio realizado na Suíça definiu Costa do Marfim e Arábia Saudita como as outras equipes a compor o grupo D.

"É uma competição muito difícil, com caráter de Copa do Mundo. É uma competição que requer um respeito muito grande por cada adversário... É uma chave difícil, como as outras também são. É muito difícil conjecturar qual Seleção é mais forte, a competição é que vai acabar dizendo", comentou Jardine.

O comandante da seleção deve convocar 18 jogadores sub-23 e três nomes com idade superior para o torneio olímpico. O Brasil busca o bicampeonato, após ganhar a medalha de ouro na última edição, em 2016, despachando a Alemanha na final.

"É um quebra-cabeça que a gente há bastante tempo vem tentando montar. Com certeza, até o último dia estaremos exercitando raciocínios, montando de uma maneira ou de outra, até encontrar um elenco de 18 atletas, imaginando muitos cenários durante a competição", completou André Jardine sobre a convocação.

A seleção ainda tem uma data Fifa com dois amistosos antes de bater o martelo e convocar os jogadores em definitivo. A estreia em Tóquio acontece no dia 22 de julho, contra a Alemanha, em Yokohama.

Seleção Brasileira