PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Crespo aproveita legado de Diniz e agradece: "Trabalho passado muito bom"

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

13/04/2021 07h00

Hernán Crespo tratou de elogiar o legado deixado por Fernando Diniz no São Paulo após a vitória por 1 a 0 sobre o Red Bull Bragantino. Sucedendo o ex-comandante, marcado pela perda do título brasileiro de 2020, o argentino aos poucos vem transformando a equipe, dando sua cara a ela, mas também aproveitando parte do que foi construído pelo antigo treinador.

"Tenho muito respeito por Fernando Diniz e seu trabalho. Creio que parte disso que está havendo hoje no time tem uma base do Fernando. Estou aproveitando o seu trabalho, implementando coisas novas, para dar uma identidade precisa ao São Paulo. Nem melhor, nem pior, simplesmente diferente em termos de estilo. Mas, sim, posso dizer 'obrigado' ao Fernando, porque estou aproveitando um trabalho passado muito bom", admitiu Crespo.

Um dos pontos aproveitados pelo treinador argentino do trabalho de Fernando Diniz é a presença de Léo na zaga. Embora seja lateral-esquerdo de origem, o jovem jogador passou a ser improvisado como zagueiro com o antigo técnico e pouca coisa mudou com o desembarque do comandante argentino no Morumbi.

"A situação é muito evidente. Léo está jogando em um nível ótimo. Rei [Reinaldo], igual. Creio que é melhor deixar falar o campo. É tão evidente que estão jogando um ótimo futebol que eu acho que uma mínima palavra será pouco. É evidente. Hoje demonstraram ainda que não apenas ofensivamente, mas defensivamente também, contra um rival duríssimo", completou.

Com a maratona de jogos no Paulistão, Crespo sabe que terá de rodar o elenco para diminuir o risco de lesão e o desgaste de seus jogadores. Com apenas 48 horas de intervalo entre uma partida e outra nesta semana, o São Paulo poderá provar a força do elenco montado para 2021 e aproveitar para dar minutos a atletas que não vêm recebendo tantas oportunidades neste início de temporada.

"Para mim, o time ideal é o grupo. Todos os atletas são importantes, todos. Todos devem trabalhar muito forte para merecer estar aqui. Então, para mim, titular ou não titular, é sempre São Paulo. Isso que queremos fazer. Se está aqui, é porque merece estar no São Paulo. Vamos dar oportunidades, porque temos muitos jogadores de bom nível, alguns não têm jogado muito, mas terão a oportunidade de jogar na quarta, sexta, Copa Libertadores. Devemos ter um grupo forte, uma equipe com muitos atletas, porque os jogos são muitíssimos", concluiu.

Futebol