PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Atrapalhado por lesões, Benítez vê solução em comissão de Crespo

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

08/04/2021 06h00

Classificação e Jogos

Martín Benítez acredita que pode acabar de vez com seus problemas físicos agora vestindo a camisa do São Paulo. Reencontrando o preparador físico Alejandro Kohan, com quem trabalhou no Independiente, em 2017, quando viveu a melhor fase de sua carreira, o meia argentino parece certo de que deixará o fantasma das lesões para trás.

Ano passado, defendendo o Vasco, Benítez disputou 33 partidas e marcou três gols. Por causa de lesões, ficou de fora de oito jogos. Na reta final do Brasileirão, por causa de um problema na panturrilha, não esteve em campo.

"Quando entra em campo, o jogador está sujeito a lesões, trabalhamos com o corpo, com o físico. Hoje é preciso estar 100% e tratar de evitar lesões. Com toda tecnologia, especialistas, profissionais, equipamentos, creio que vamos tratar de diminuir o nível de lesões", disse Benítez.

Agora no São Paulo, Benítez voltará a trabalhar com Alejandro Kohan, que era preparador físico do Independiente quando o meia começou a ganhar espaço no time argentino. Juntos foram campeões da Copa Sul-Americana de 2017, em cima do Flamengo, adversário que o argentino passou a encarar como arquirrival no Vasco.

"Com o corpo técnico que me conhece, que sabe como trabalhar comigo, creio que será uma grande ajuda para mim. Espero que neste ano eu possa ter uma sequência e estar à altura do São Paulo. Desejo estar 100% sempre, não me machucar, estar 100% sempre para estar à disposição do treinador. Se eu tiver que ser titular, bem-vindo seja. Sempre respeitando meus companheiros, torcedores e o escudo, que é muito grande", completou.

São Paulo