PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Debaixo de chuva, Corinthians vira sobre a Ponte e vence primeiro jogo na temporada

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

07/03/2021 12h53

Classificação e Jogos

A sequência de sete jogos sem vitória do Corinthians chegou ao fim neste domingo. Jogando na Neo Química Arena, a equipe saiu atrás no placar contra a Ponte Preta, mas reagiu e saiu com o triunfo por 2 a 1, pela terceira rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista.

Com o resultado, o Timão chegou aos cinco pontos e assumiu a liderança do Grupo A. Já a Macaca segue na terceira colocação do Grupo B, com apenas um ponto.

O Corinthians volta a campo no próximo domingo, quando enfrenta o São Caetano fora de casa, às 16 horas (de Brasília), pela quarta rodada do Estadual. A Ponte enfrenta o Botafogo-SP no sábado, às 19 horas, em Ribeirão Preto.

O jogo

O primeiro tempo do confronto começou sem muitas emoções. O Corinthians teve o domínio da posse e tentou trabalhar a bola para chegar ao gol adversário, enquanto a Ponte Preta se defendeu com a marcação baixa e buscou ameaçar os donos da casa nos contra-ataques. Porém, ninguém conseguiu criar chances perigosas nos minutos iniciais.

A partida melhorou aos 31 minutos, quando a Macaca aproveitou uma das poucas oportunidades que construiu e abriu o placar. Ruan Renato fez lançamento do campo de defesa para João Veras, que ganhou da marcação de Jemerson, avançou pela esquerda e bateu no cantinho de Matheus Donelli para deixar os visitantes na frente.

O Timão não sentiu o golpe, aumentou sua pressão sobre a equipe de Campinas e chegou ao empate ainda na etapa inicial. Aos 45, após bela troca de passes pelo lado esquerdo, Mateus Vital recebeu na entrada da área e finalizou com categoria, no canto esquerdo do goleiro Luan, para igualar os marcadores.

No segundo tempo, a chuva forte do Derby de quarta-feira começou a cair novamente em Itaquera e deixou o confronto mais travado. As duas equipes perderam a intensidade e a movimentação dos minutos finais da etapa inicial e tiveram dificuldades para ameaçar os goleiros.

O técnico Vagner Mancini colocou Jô e Otero em campo para tentar se beneficiar do campo pesado, e a equipe passou a tentar anotar o segundo gol em jogadas pelo alto e de bola parada. As alterações fizeram efeito e, na principal oportunidade, o venezuelano cobrou falta de longe que Luan, com problemas para segurar, acabou espalmando na trave.

Assim como no Derby, O Corinthians cresceu na partida e começou a atuar mais no campo de ataque. O time voltou a pressionar a Ponte e, aos 32 minutos, Vital foi derrubado na área e o juiz deu pênalti. Na cobrança, Jô finalizou no canto esquerdo, Luan defendeu, mas o atacante aproveitou o rebote para mandar para as redes e deixar o Timão em vantagem.

No entanto, aos 39, Cantillo fez falta dura em Moisés e, após análise do VAR, o volante foi expulso. Com isso, a Macaca se lançou com tudo em busca do empate e quase conseguiu aos 43, quando Moisés acertou a trave de Donelli. A Ponte seguiu tentando atacar nos últimos instantes, mas o Corinthians segurou o resultado e saiu de campo com a vitória e os três pontos.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 2 X 1 PONTE PRETA

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)

Data: 7 de fevereiro de 2021, domingo

Horário: 11 horas (de Brasília)

Árbitro: Raphael Claus

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Anderson José de Moraes Coelho

VAR: José Claudio Rocha Filho

Cartões amarelos: Bruno Méndez e Antony (Corinthians); Luizão (Ponte Preta)

Cartões vermelhos: Cantillo (Corinthians)

GOLS: Mateus Vital, aos 45 minutos do 1ºT, e Jô, aos 32 do 2ºT (Corinthians); João Veras, aos 31 minutos do 1ºT (Ponte Preta)

CORINTHIANS: Matheus Donelli; Bruno Méndez, Jemerson, Gil e João Victor; Cantillo, Roni, Luan (Araos), Mateus Vital (Adson) e Antony (Jô); Rodrigo Varanda (Otero)

Técnico: Vagner Mancini

PONTE PRETA: Luan; Apodi, Ruan Renato, Luizão e Yuri; Dawhan, Vini Locatelli (Léo Naldi) e Renan Mota (Faye); Pedrinho (Bruno Michel), Moisés e Paulo Sérgio (João Veras)

Técnico: Fábio Moreno

Corinthians