PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mazepin assume responsabilidade em caso de assédio e se prepara para estreia na Fórmula 1

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

01/03/2021 19h19

Depois de ser acusado de assédio sexual no ano passado, em dezembro, o Nikita Mazepin falou publicamente sobre o caso pela primeira vez. O russo está prestes a estrear na Fórmula 1 com a escuderia Haas.

Na época, Mazepin apareceu em um vídeo divulgado no Instagram em que aparece tentando tocar os seios de uma jovem sem consentimento. O piloto falou sobre o caso em entrevista à ESPN.

"Em primeiro lugar, é muito importante dizer que minhas ações em dezembro sobre todo o incidente foram erradas. Eu assumo total responsabilidade por isso. Foi uma grande experiência de aprendizado e posso dizer com segurança que tenho muito mais noção sobre este tipo de assunto do que costumava ter, então há um pouco de positividade nisso", comentou.

"As pessoas que estão comigo nos últimos 21 anos sabem quem eu sou. É muito difícil ser falso para as pessoas e estou longe de querer isso. Serei eu mesmo fora da pista, como sempre fui. Tive meus altos e meus baixos, mas isso faz parte da vida. Acredito que sou um piloto muito bom na pista, que sou um piloto rápido. Na verdade, estou ansioso para o desafio de mostrar às pessoas que podem não gostar de mim no momento que tenho ótimas habilidades de corrida. E espero que mude a percepção que eles têm de mim", concluiu.

Mazepin estreia na Fórmula 1 com a Haas, junto ao companheiro de equipe Mick Schumacher. O russo, filho do magnata Dimitry Mazepin, ficou em quinto lugar no último campeonato da F2, em 2020.

Futebol