PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ainda pendente de acordo, Santos vê fim do contrato de Robinho

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

28/02/2021 06h00

O contrato de Robinho no Santos termina neste domingo, dia 28 de fevereiro. O Peixe está aliviado pelo fim do vínculo, mas ainda está pendente de um acordo.

A gestão de Andres Rueda gostaria de ter rescindido o contrato de Robinho ainda em dezembro, porém, esbarrou na dificuldade financeira com as verbas rescisórias e a necessidade de acertar o pagamento de cerca de R$ 2 milhões em uma dívida antiga. 

O ex-presidente Orlando Rollo anunciou Robinho sob o pagamento mensal de R$ 1500, mas costurou um acordo que o Alvinegro não poderia cumprir se rescindisse. Dessa forma, o clube optou por esperar até agora e negociar as parcelas de outro jeito.

Aos 37 anos e sem clube, Robinho recorre em liberdade na Corte de Cassação, a terceira e última instância italiana. Ele e Ricardo Falco, seu amigo, foram condenados por abusar sexualmente uma jovem albanesa em janeiro de 2013 na boate Sio Café, em Milão.

O brasileiro foi representado por advogados italianos. A alegação é de que a mulher, hoje aos 30 anos, consentiu naquela noite, mesmo com a ingestão de bebidas alcoólicas. Ela, em contrapartida, afirma ter sido abusada. E a Justiça corrobora.

Robinho foi anunciado como reforço do Santos, mas teve o contrato suspenso em outubro após a nova condenação. A decisão só ocorreu depois da divulgação de conversas interceptadas e sinalização de rescisão dos patrocinadores.

Futebol