PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Garoto Welington é aprovado em 'teste de fogo' no São Paulo

Wellington, lateral-esquerdo do São Paulo - Reprodução/São Paulo
Wellington, lateral-esquerdo do São Paulo Imagem: Reprodução/São Paulo

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

26/02/2021 08h00

Welington foi a aposta de Marcos Vizolli para a lateral esquerda do São Paulo na última quinta-feira (25), na vitória sobre o Flamengo, por 2 a 1, no Morumbi. Sem Reinaldo e Léo, suspensos, o Tricolor teve de recorrer mais uma vez às categorias de base. E o jovem não decepcionou, apesar da responsabilidade envolvida em um jogo como o da última rodada do Brasileirão, que valia o título para o adversário e a classificação direta do clube para a fase de grupos da Libertadores.

"O Welington a gente já conhecia, é um garoto formado na base do São Paulo, trabalhei com ele. O Welington tem uma história linda, teve um problema de saúde, foi comigo para a China e depois que retornou foi convocado para a Seleção Sub-20, virou capitão da seleção", comentou Vizolli.

Durante a semana, o coordenador técnico, Muricy Ramalho, já havia adiantado a possibilidade de Welington pintar como novidade na lateral-esquerda em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva. A primeira atuação do jogador ao lado de titulares no time profissional do São Paulo foi aprovada, mas agora ele terá a árdua tarefa de manter a constância e brigar pelo seu espaço com dois concorrentes mais experientes.

"Em uma conversa íntima, particular, era o jogador da posição, o jogador para jogar. É aí que você cresce. O Welington já é maduro, forte, tem conhecimento da posição, tanto como lateral quanto como ala. Parabéns para o São Paulo, que ganha mais um reforço", concluiu o auxiliar técnico, que terminou o Brasileirão como treinador interino.

O São Paulo se reapresenta na tarde desta sexta-feira (26), no CT da Barra Funda, para iniciar sua preparação para a estreia no Campeonato Paulista, domingo (28), contra o Botafogo-SP. O técnico Hernán Crespo comandará seu primeiro treinamento à frente do Tricolor, que recomeça a busca por um título agora sob nova direção.

São Paulo