PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com covid-19, Marinho reflete: "Nada é mais importante que a saúde"

Marinho, atacante do Santos - Ivan Storti
Marinho, atacante do Santos Imagem: Ivan Storti

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

24/02/2021 19h18

Diagnosticado com covid-19, Marinho perdeu a chance de ser artilheiro isolado do Campeonato Brasileiro. O atacante do Santos não enfrentará o Bahia nesta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), na Fonte Nova, no último compromisso da competição.

Marinho tem 17 gols no Brasileirão, mesmo número de Thiago Galhardo, Luciano e Claudinho. Se nenhum deles marcar, o santista pode receber o prêmio individual.

"Talvez a vida seja apenas um reflexo da foto, que corremos rápido demais o tempo todo, uma hora temos que entender, mesmo sem acreditar em situações adversas, mais temos que ser dependente de um Deus que tudo sabe, tudo vê. O que não muda para mim e é que teus planos e sonhos são maiores que os meus. E prêmios, gols... Nada é mais importante que a saúde, A vida vale o que dinheiro não pode comprar. Eu desfrutei muito essa temporada de 2020 que se acaba aqui para mim. Game over é quando perdemos! E nesse jogo da vida eu vivo dando restart! Sempre reiniciando. E voltarei mais forte", escreveu Marinho.

Marinho cumprirá o período de quarentena e só deve ficar à disposição do Santos contra o Deportivo Lara (VEN) no dia 9, na Vila Belmiro, pelo primeiro jogo da segunda fase da Libertadores da América. Há chance menor do retorno no clássico diante do São Paulo, dia 6, no Morumbi.

Futebol