PUBLICIDADE
Topo

Chelsea

Filipe Luís diz que se sentiu traído por Mourinho em passagem pelo Chelsea

Filipe Luís em sua passagem pelo Chelsea - AFP PHOTO/BEN STANSALL
Filipe Luís em sua passagem pelo Chelsea Imagem: AFP PHOTO/BEN STANSALL

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

22/02/2021 09h58

Classificação e Jogos

Em entrevista ao jornal britânico The Guardian, Filipe Luís, atualmente no Flamengo, relembrou sua passagem na Europa, especialmente no Chelsea, clube no qual ficou de 2014 a 2015. Um dos temas centrais da conversa foi o relacionamento com José Mourinho, seu técnico nesse período.

O lateral brasileiro não teve muitos minutos no Chelsea. O titular da posição era o espanhol Cézar Azpilicueta. "Quando fiquei no banco para o primeiro jogo da temporada, bati na porta da sala de Mourinho e disse: 'Por que você me trouxe aqui? Por que simplesmente não me deixou no Atlético? '. Ele disse que não se sentia tão seguro defensivamente comigo na equipe como com Azpilicueta".

"Disse que deveria conquistar meu lugar. Não podia esperar que, por causa do meu nome, seria a primeira escolha. Ele estava certo. Eu não estava jogando bem. Mas também acho que você tem que estar em campo para melhorar. Nunca me arrependi da mudança porque estava em um dos maiores clubes do mundo, mas todo mundo quer jogar", relatou o jogador.

Após ser reserva na final da Copa da Liga Inglesa contra o Tottenham, torneio no qual era titular, Filipe decidiu que era o momento de deixar os Blues. "Na época me senti traído, por falta de uma palavra melhor. Não queria trabalhar para Mourinho por mais uma temporada. Mas não foi culpa dele. Ganhamos a final e estou com a medalha em casa".

O lateral também elogiou o atacante Salah, atualmente no Liverpool , que na época também não fazia parte dos planos do técnico português no azul de Londres. "Ele nunca se importou com dinheiro ou ganhar mais, ele queria mostrar que podia jogar. Nos treinamentos ele era como Messi. Como Messi, pode perguntar a qualquer um".

Chelsea