PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Matheus Nascimento vai bem em primeira partida como titular, apesar da derrota do Botafogo

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

21/01/2021 10h53

O futuro de Eduardo Barroca no Botafogo ainda é cercado de incertezas, mas o treinador tem dado atenção especial à base de olho em 2021. Com a quinta derrota seguida, nesta quarta-feira para o Atlético-GO, o rebaixamento alvinegro à série B parece ser questão de tempo. O discurso entre técnico e jogadores é de 'lutar até o fim', entretanto, apesar de matematicamente possível, só um milagre inédito salva o Fogão da degola.

Com um desmanche do elenco à vista, Barroca tem dado oportunidades para muitos atletas. Além disso, devido à falta de recursos do clube para novas contratações, a base virou prioridade.

Vitor Silva/Botafogo

"Conheço bem o Matheus, trabalhei na base, tenho envolvimento profundo com os treinadores da Seleção Brasileira de base, o Matheus vinha atuando mais pelo lado direito. Tem boa velocidade, ótima ambição a gol, joga muito bem flutuando. Fez uma partida muito boa enquanto teve condições físicas", disse Barroca.

Com apenas 23 pontos em 31 jogos, o Botafogo é o último colocado na tabela do Campeonato Brasileiro. No próximo domingo, o Alvinegro tem pela frente o clássico diante do Fluminense.

Futebol