PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Juanfran revela ofertas para sair, mas decide ficar por título: "Vou dar a vida"

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

21/01/2021 05h00

Um dos jogadores mais queridos pela torcida do São Paulo, Juanfran revelou que teve ofertas para sair do clube ao fim do ano passado, quando expirava seu antigo contrato, mas decidiu permanecer por causa da possibilidade do título brasileiro. Após a goleada sofrida para o Internacional, por 5 a 1, em pleno Morumbi, o Tricolor chegou ao quinto jogo sem vitória e  deixou a liderança da competição, mas o lateral-direito espanhol segue confiante em relação à conquista.

"Tive ofertas para sair agora, decidi ficar aqui até o final. Saindo campeão ou não, vou estar orgulhoso de vestir essa camisa. Não sei o que vai acontecer, mas daqui até o final vou dar a vida pelo São Paulo. Não era o melhor para mim ficar aqui mais dois meses, porque vai acabar a temporada em fevereiro e vou ficar sem time. Não sei se o São Paulo vai querer renovar, mas vou deixar a vida até o final. Poderia ir embora agora e não fui. Se quiserem falar m*** de mim até o final do ano, falem o que queiram, que deem risada se eu não sair campeão depois de falar que seria campeão", afirmou Juanfran.

Apesar de muitos já darem o São Paulo fora da disputa pelo título brasileiro, o espanhol segue confiando que a taça pode acabar no Morumbi. Com sete jogos para o fim da competição, o time comandado por Fernando Diniz precisa recuperar o mais rápido possível o futebol que o fez chegar à liderança do torneio e ser apontado como grande favorito à conquista.

"A gente não fracassou ainda no Campeonato Brasileiro. Restam sete jogos ainda. Falarão tudo de ruim sobre nós, sobre nosso treinador, mas acredito muito nesse time, nesse treinador, nesse clube. São momentos complicados, foi um jogo ruim de todos, mas a cabeça não está boa, desde a eliminação para o Grêmio. Por que acontece isso? É o mesmo que acontece quando você perde um familiar, algum momento ruim na vida pessoal. É momento de trabalhar mais do que nunca, acreditar mais do que nunca nesse time, nesse treinador", prosseguiu.

"Esse time está trabalhando muito, todos os dias, com a cabeça pensando em sair campeão, em acreditar no nosso treinador, na nossa comissão técnica, no nosso presidente. Há torcedores que acreditam, outros que não acreditam, mas eu sigo acreditando e sigo pensando que podemos dar a volta por cima nessa situação. Tudo é cabeça, porque corremos, trabalhamos. Estamos cometendo erros durante os jogos que não cometíamos na temporada. Melhor cometê-los agora do que faltando três jogos e perdermos o campeonato. Faltam sete jogos, sigo acreditando nessa comissão técnica e nos jogadores", concluiu Juanfran.

Futebol