PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Foi pênalti? Estava impedido? Veja diálogos com o VAR na semi entre Palmeiras e River

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

13/01/2021 17h39

A primeira semifinal da Copa Libertadores, disputada entre Palmeiras e River Plate na noite de terça-feira, contou com intervenções decisivas do árbitro de vídeo no Allianz Parque. Nesta quarta, a Conmebol publicou por meio de seu site oficial os diálogos entre o juiz uruguaio Esteban Ostojich e os integrantes da cabine do VAR.

Aos 7 minutos do segundo tempo, Montiel recebeu cruzamento de Angileri e marcou o terceiro gol do River Plate. Ao analisar o lance, o árbitro de vídeo colombiano Nicolas Gallo observou impedimento de Borré na origem e orientou Ostojich a mudar sua decisão.

Aos 30 minutos, o árbitro marcou pênalti de Alan Empereur sobre Matias Suarez. "Eu não vejo penal. O jogador arrasta a perna de qualquer contato", disse Gallo ao rever o lance, recomendando a Ostojich uma revisão. "Mudança de decisão. O branco, antes do contato, já arrasta o pé", decidiu o árbitro após observar o monitor.

Já nos acréscimos, enquanto analisava possível pênalti de Kuscevic, os integrantes da cabine do VAR encontraram um lance de impedimento na origem da jogada, classificado como "interpretativo". Chamado para rever o lance no monitor, Ostojich concordou: "Perfeito, há impedimento. Muito bem".

Com um gol e um pênalti anulados após intervenção do VAR, o River Plate venceu por 2 a 0 e acabou eliminado pelo Palmeiras, já que o time brasileiro ganhou por 3 a 0 na Argentina. Os lances decididos com intervenção do árbitro de vídeo vêm causando polêmica na Argentina.

A grande final da Copa Libertadores está marcada para as 17 horas (de Brasília) do dia 30 de janeiro, no Estádio do Maracanã. Após empate sem gols na Bombonera, Santos e Boca Juniors decidem o segundo classificado a partir das 19h15 desta quarta-feira, na Vila Belmiro.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Futebol