PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Concorrência pesada! Após balançar as redes, Arboleda convence e deve ser titular

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

03/12/2020 07h00

Arboleda deve ser o parceiro de Bruno Alves na zaga do São Paulo nesta quinta-feira, contra o Goiás, em partida adiada válida pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Após substituir Diego Costa na última rodada, contra o Bahia, suspenso pelo acúmulo de cartões amarelos, o equatoriano convenceu o técnico Fernando Diniz, chegando até a balançar as redes.

Com a ótima atuação no último fim de semana, além da contribuição direta na construção do placar, Arboleda deve seguir como titular contra o Goiás. Desta forma, o São Paulo volta a ter a dupla de zaga que ajudou o clube a terminar o Brasileirão do ano passado como dono da melhor defesa da competição.

Nesta temporada, a dupla composta por Arboleda e Bruno Alves foi desmontada justamente após um empate com o Bahia, no Morumbi. Depois disso, Diego Costa e Léo passaram a ser titulares, mas, recentemente, o técnico Fernando Diniz voltou a fazer mudanças no setor, primeiro reinserindo Bruno Alves na equipe e, agora, Arboleda.

Pesa contra Arboleda o fato de o jogador se envolver em episódios polêmicos constantemente. O último deles aconteceu há algumas semanas, quando foi flagrado em uma balada, com aglomeração, sem máscara, até altas horas da madrugada, com treino marcado para o dia seguinte, pela manhã.

Os deslizes do zagueiro equatoriano aparentemente foram perdoados, e sua boa atuação de contra o Bahia trouxe uma boa perspectiva em relação à titularidade. Diego Costa, por sua vez, vive uma fase irregular. O jovem defensor tem oscilado com frequência, cometendo erros na saída de bola e desempenhando um futebol diferente daquele que o fez despontar rapidamente na equipe profissional, com direito a atuação de gala no clássico contra o Corinthians.

A ver se Bruno Alves e Arboleda, prováveis titulares na zaga do São Paulo nesta quinta-feira, conseguirão acabar com a sequência de três jogos da equipe sofrendo gols e mantê-la como dona da melhor defesa da atual edição do Campeonato Brasileiro, a exemplo do ano passado.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Futebol