PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Abel diz que Palmeiras não mereceu derrota e assume responsabilidade por resultado

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

22/11/2020 00h04

O técnico Abel Ferreira sofreu sua primeira derrota no comando do Palmeiras na noite deste sábado, no Estádio da Serrinha. Superado pelo Goiás, lanterna do Campeonato Brasileiro, o português considerou que seu time merecia resultado melhor e assumiu a responsabilidade pelo revés.

Com uma série de desfalques, o Palmeiras no primeiro tempo perdeu o centroavante Luiz Adriano por lesão e ainda teve o lateral Mayke, improvisado na esquerda, expulso. Na etapa complementar, armado para defender, o time palestrino acabou vazado por Miguel Figueira aos 47 minutos.

"Foi um jogo onde fomos manifestamente infelizes, por todas as incidências. Minha equipe não merecia sair penalizada com esse resultado nesse jogo. Mas é futebol, temos que aceitar e seguir em frente", declarou Abel Ferreira, derrotado após quatro vitórias e um empate.

"Eu disse que não iríamos ganhar sempre. Um dia, isso teria que acontecer. Aconteceu, mas de uma forma que não tenho nada a dizer dos meus jogadores. Todos que entraram deram o melhor de si, mesmo contra muitas contrariedades. Infelizmente, fomos, na minha opinião, demasiado penalizados por todas as incidências do jogo", disse.

Abel Ferreira tem 17 jogadores indisponíveis por covid-19, um suspenso e três em recuperação de cirurgias. Ainda assim, ao final da derrota diante do lanterna do Campeonato Brasileiros, o treinador português tratou de assumir a responsabilidade pelo placar.

"Sempre digo isso e não vou fugir, nas vitórias e nas derrotas: o responsável sou eu, tudo que aconteceu hoje, a culpa é minha. As substituições, acertadas ou erradas, eu sou o culpado. Mas amanhã é outro dia e temos 24 horas para olhar para a frente", declarou.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Futebol