PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mancini não descarta avançar Piton e espera que Fábio Santos ajude o lateral

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

28/10/2020 06h00

Com a chegada de Fábio Santos, o Corinthians passou a ter uma disputa maior na lateral-esquerda. Na visão do técnico Vagner Mancini, a competição pode não só ajudar o time de maneira coletiva, como também no desenvolvimento individual de Lucas Piton.

Após herdar a titularidade de Carlos, o jovem teve altos e baixos na equipe, passando por um momento delicado de resultados negativos e lesões no sistema defensivo. Segundo Mancini, a possibilidade de ajudar na maturação de Piton foi um dos critérios avaliados na chegada de Fábio Santos.

"A vinda do Fábio Santos é importante porque é um atleta vencedor no clube, tem um nível interessante e também porque ele ajudara no crescimento do Piton. O Piton é um menino inteligente, que sabe muito bem o seu potencial e que vinha desgastado após jogar muitas vezes com dores localizadas. Fez bons jogos desde que eu cheguei, teve que parar um pouco com a chegada do Fábio Santos, descansamos um pouco ele. É uma vinda pensada, para que possamos aprimorar o jovem com uma figura experiente", explicou o técnico em coletiva na última terça-feira.

Mancini não descartou que o jovem possa ser usado mais avançado, na segunda linha. Piton surgiu na base do Corinthians nesta posição e acabou sendo recuado para a lateral no Sub-20.

"Pode acontecer sim (jogar mais adiantado). Estou há 15 dias no clube, pouco tempo para conseguir tirar o máximo dos atletas. Quando você tem a possibilidade de mudar um sistema ou fazer com que um atleta jogue em uma função diferente, você gera dificuldade ao adversário. Pode acontecer, mas no primeiro momento acho que não, preciso ter conhecimento completo do grupo para fazer mudanças como essa", explicou o técnico.

Recuperado de problema muscular, Piton deve ser o titular contra o América-MG pelas oitavas de final da Copa do Brasil, já que Fábio Santos não pode defender o Corinthians na competição, por ter jogado pelo Atlético-MG.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Futebol