PUBLICIDADE
Topo

Santos

Nova joia do Santos, Ângelo teve medo de morrer em 2019 após vírus

Ângelo, nova aposta do Santos de apenas 15 anos - Ivan Storti/Santos FC
Ângelo, nova aposta do Santos de apenas 15 anos Imagem: Ivan Storti/Santos FC

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

27/10/2020 07h00

Nova joia do Santos, Ângelo passou por situação bem difícil em 2019, depois de amistosos com a seleção sub-15 no Rio de Janeiro: o vírus de Coxsackie B.

O atacante voltou para a Baixada Santista com alguns sintomas e eles pioraram até a internação no Hospital Santa Casa. Na sequência, ele foi transferido para o Sírio Libanês, em São Paulo, com a anuência da diretoria do Peixe. Foram sete dias no total.

O primeiro diagnóstico foi de meningite. Depois chicungunha e outras doenças foram avaliadas. Mas o problema era o Coxsackie. Os fortes sintomas nos primeiros dias deixaram Ângelo com medo de morrer. Ele não suportava nem a luz do quarto.

"Eu pensei que eu ia morrer. Sentia muita dor de cabeça e muita febre. Mas eu tive suporte da minha família, meus pais, meus avós, e me ajudaram a recuperar", disse Ângelo, em entrevista recente na TV Bandeirantes.

Depois do susto e mais maduro, Ângelo estreou como jogador profissional do Santos aos 15 anos, na derrota para o Fluminense do último domingo, no Maracanã. Ele superou Pelé e só ficou atrás de Coutinho na estreia, debutante aos 14 de idade.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Santos