PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras completa uma semana sem técnico, e interino pede tempo para sucessor

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

22/10/2020 07h00

Ainda em busca de um novo treinador, o Palmeiras demitiu Vanderlei Luxemburgo há uma semana. Na noite de quarta-feira, após a golear o argentino Tigre pela Copa Libertadores, o interino Andrey Lopes pediu tempo para o próximo comandante.

"Para qualquer técnico no mundo, a gente cobra, principalmente no Brasil, tempo de trabalho. Para um treinador vir ao Palmeiras ou a qualquer clube no país todos estamos cobrando isso: tempo, tempo, tempo", disse o auxiliar, que trabalhou com Roger Machado, Luiz Felipe Scolari, Mano Menezes e Vanderlei Luxemburgo desde o fim de 2017.

"Para fazer um trabalho de qualidade, não vai vir um treinador ao Palmeiras que coloque suas ideias em pouco tempo. Não existe isso. Então, tem que ter tempo. Qualquer profissional que estiver aqui precisa de tempo. Posso ajudar, sim. Minha função é essa e vou fazer", completou Andrey Lopes, ainda no Allianz Parque.

Sem Luxemburgo desde a última quarta-feira, dia da derrota contra o Coritiba, o Palmeiras foi rejeitado por Miguel Angel Ramirez e, agora, estuda nomes como o espanhol Quique Setien e o argentino Gabriel Heinze. De acordo com Andrey Lopes, a recusa do técnico do Independiente del Valle não tem qualquer tipo de influencia no elenco.

"O clube fez uma investida em um profissional e ele não aceitou. Não vejo relação de não vir um profissional com alterar alguma coisa no grupo de jogadores. Estão trabalhando da mesma forma de sempre, sob o meu comando", minimizou o auxiliar permanente.

Os confrontos das oitavas de final da Copa Libertadores serão definidos por sorteio nesta sexta-feira, com os primeiros colocados dos grupos enfrentando os segundos. Às 16 horas (de Brasília) de domingo, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras pega o Atlético-GO, no Estádio Olímpico.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Futebol