Como o Palmeiras planeja a volta de Dudu aos gramados após cirurgia

Dudu voltou a ser relacionado pelo Palmeiras depois de dez meses na partida contra o Vasco, mas o torcedor palmeirense que foi ao Allianz Parque para ver o retorno do camisa 7 se decepcionou. O clube e o jogador são cautelosos em relação ao retorno após a cirurgia por ruptura do ligamento do joelho.

O que aconteceu

A ideia do Palmeiras é que Dudu volte a sentir a atmosfera de jogo até se sentir confortável para retornar aos gramados. Isso será avaliado dia a dia. Ele ficou concentrado com a equipe para o duelo contra o Vasco, fez um aquecimento leve antes da partida, mas sequer deixou o banco de reservas para fazer o aquecimento.

Abel Ferreira explicou que conversou com o camisa 7 e ouviu que ele ainda não está 100%. Dudu participou bem da última semana de treinos no Palmeiras e até marcou um gol em um jogo-treino, mas ele sentiu um incômodo na panturrilha direita — e por isso sua volta não é tratada com pressa.

Ele esteve aqui conosco hoje. Tive conversas com ele. A verdade é que ele ainda não se sente 100% confortável. Fez um jogo-treino muito bom, já tinha feito outro anterior, alinhei algumas coisas com ele. Hoje conversamos e gostei do que ele disse: 'Professor, estou disponível, se calhar não estou confortável para jogar, mas queria ir com a equipe e estar com a equipe'. Disse a ele que é um dos nossos capitães, líderes e que queria que ele estivesse com o grupo. O que eu mais quero é que ele volte, que volte bem, com confiança e crescendo. Não o coloquei pela conversa que tivemos e vamos seguir com esse tipo de conversa

Dudu também está tranquilo em relação à sua volta. O camisa 7 ouviu o estádio gritar seu nome durante a partida e está ansioso pelo retorno, mas ele sabe que se trata de uma lesão grave e não há necessidade de acelerar esse processo.

O Palmeiras encontrou em seu elenco uma opção para Dudu após tantos meses. Estêvão assumiu a titularidade da ponta direita, onde Dudu fez história no clube, e virou protagonista da equipe. No jogo contra o Vasco, o jovem de 17 anos deu duas assistências e foi o nome do jogo. Abel demorou para encontrar uma alternativa com a ausência do camisa 7.

Dudu diz que ficou emocionado mesmo sem ter jogado

O camisa 7 fez uma publicação nas redes sociais agradecendo o carinho que recebeu da torcida do Palmeiras no dia do jogo. Ele revelou que ficou emocionado ao ouvir seu nome gritado pelos mais de 37 mil torcedores presente no Allianz Parque na quinta-feira (13).

Continua após a publicidade

Deixe seu comentário

Só para assinantes