'Para de expor o Corinthians ao ridículo', diz rival de Augusto na eleição

Rival de Augusto Melo na última eleição, André Luiz de Oliveira, "André Negão", escreveu uma carta para o presidente eleito do Corinthians.

O que aconteceu

André Negão se defendeu após Augusto Melo dizer que a sua vitória na eleição em dezembro não foi aceita.

O candidato derrotado no pleito entende que Augusto está transferindo a responsabilidade dos seus erros na gestão.

André citou os casos recentes da Vai de Bet e a viagem para a Europa para assistir a final da Liga dos Campeões.

Não vou ficar calado ouvindo suas falácias e teorias de perseguição jogando a culpa ao seu opositor nas urnas. Pare de expor o Corinthians ao ridículo, pare de arrumar desculpas para os problemas que estão sendo causados por você

André Negão

Veja o texto na íntegra

"Prezado Presidente, diante de tantas inverdades e mentiras expostas pelo senhor nos últimos dias, apontado a culpa de todos os seus erros para os outros e ainda colocando-se como vítima de um suposto ataque de pessoas que não souberam perder as eleições, eu me sinto na obrigação de esclarecer: O opositor que perdeu a eleição para o senhor sou eu: André Luiz de Oliveira (André Negão). E, você realmente acha que eu não sou corinthiano? São mais de 40 anos de clube, trabalhando e dedicando minha vida para o que eu mais amo, o Sport Club Corinthians Paulista. Você pode até não gostar das coisas que eu fiz, mas não vai jogar sobre mim a responsabilidade da sua incompetência em somente 6 meses de gestão. Caro Augusto, a eleição acabou em dezembro. Eu como bom corinthiano, que lutou e sempre lutará pela democracia, perdi a eleição com respeito à você e segui minha vida acompanhando de perto o Corinthians, como eu sempre fiz durante todos estes anos e exercendo minha função como Conselheiro do clube, que é monitorar o trabalho da diretoria executiva; agora, não vou ficar calado ouvindo suas falácias e teorias de perseguição jogando a culpa ao seu opositor nas urnas. Pare de expor o Corinthians ao ridículo, pare de arrumar desculpas para os problemas que estão sendo causados por você. Você se julga "traído" pela diretoria que você mesmo montou, o seu próprio grupo político e as suas próprias decisões. O contrato com a VaideBet foi uma surpresa positiva no inicio de sua gestão, ficamos felizes em ver que era um valor altíssimo e por poucos dias cheguei a pensar: "que bom, parece que eles estavam preparados mesmo para assumir o clube e reorganizar as finanças." Mas não demorou muito para vir a tona uma das atitudes mais amadoras que eu já vivenciei no futebol.Anunciar um novo contrato, sem realizar o distrato com o patrocinador antigo que possuía acordo vigente e uma multa milionária de R$40.000.000,00. Ora Augusto, em que mundo você vive? Sem contar essa empresa intermediária que surgiu após a negociação e levou uma fatia milionária de R$25.000.000,00 do contrato e ainda repassou parte deste valor para uma possível empresa fantasma sitiada em Peruíbe/SP que culminou na rescisão do contrato, que outrora nos deixava feliz, com a empresa ativando a cláusula anticorrupção e o Corinthians ainda correndo o risco de ter que pagar a multa rescisória para a empresa de mais R$30.000.000,00. Ou seja, o contrato que era para ser celebrado pelo seu alto valor, poderá deixar um déficit total ao clube de R$95.000.000,00 em pouco mais de 5 meses.

Mas não para por aí Augusto, gastamos mais de R$130.0000.000,00 em contratações, sem ter um real no caixa e agora corremos risco eminente de uma intervenção da FIFA para bloquear o clube através do Transfer Ban. Irresponsabilidade que fica ainda maior com boa parte deste dinheiro sendo aplicada em atletas com mais de 30 anos, que dificilmente terão mercado de venda futura, sem falar nos que possuem lesão crônica e não conseguem jogar com a camisa do clube por falta de condições físicas. Quem contratou estes jogadores foi a sua gestão presidente, assuma a sua responsabilidade. Perdemos ídolos e referências para os mais jovens, além do respaldo com a torcida e respeito dos adversários para manter um time com baixo rendimento, pouca experiência e nenhuma expressão. Me desculpe, sua promessa de campanha está longe de ser cumprida, pois você não exerce uma gestão profissional , mas sim o maior amadorismo visto no futebol profissional nas últimas décadas. Em cinco meses você conseguiu fazer o Corinthians virar uma piada nacional e internacional, motivo de chacota e de quase nenhuma esperança para o torcedor corintiano, que mesmo com tudo isso segue indo a todos os jogos e lotando a Neo Química Arena, assim como eu que marco presença em todos os jogos.

Continua após a publicidade

Mas e você presidente? Estava no jogo contra o Botafogo? Claro que não! Com o time cheio de problemas, salários atrasados, crise com os patrocinadores, crise política com os SEUS diretores, resolveu ir passear na Europa para assistir a final da Champions League. Nós corinthianos estamos preocupados, eu que fui diretor administrativo deste clube por dois mandatos estou muito triste em ver funcionários da limpeza, jardinagem, secretaria, com salários atrasados. Eles demandam dos seus poucos salários mínimos para pagar suas despesas diárias, como todo cidadão brasileiro, enquanto o senhor estava passeando na Inglaterra. Não dá mais para ficar ouvindo um monte de conversa fiada sua. Eu, André Luiz de Oliveira, nunca fiz parte da sua turma, essa diretoria é sua, esse problema é seu e você deve assumi-los sem culpar os outros. Por fim, a Renovação e Transparência foi um movimento importante que em 2008 assumiu o clube na segunda divisão, repleto de problemas e recolocou o Corinthians no prumo para colher muitos frutos positivos. Vencemos todos os títulos possíveis, construímos CT do profissional e das categorias de base, o tão sonhado estádio para o nosso torcedor, títulos em diversas modalidades esportivas, centenas de melhorias na sede social, além de um crescimento exponencial do faturamento do clube. Erros, houveram sem dúvidas, principalmente na estruturação do equilíbrio financeiro para aumentar o fluxo de caixa e consequentemente a nossa capacidade de baixar as dívidas em prol da saúde financeira do clube, mas respeite a história de quem muito fez pelo Corinthians e seguiremos fazendo enquanto tivermos vida".

Procurada, a assessoria de imprensa do clube informou que não comentaria o assunto.

Deixe seu comentário

Só para assinantes