PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Conselho do Vasco se reúne para conhecer proposta vinculante da 777

Jorge Salgado, presidente do Vasco (c.), ao lado de Josh Wander (e.) e Juan Arciniegas (d.), executivos da 777 - Divulgação
Jorge Salgado, presidente do Vasco (c.), ao lado de Josh Wander (e.) e Juan Arciniegas (d.), executivos da 777 Imagem: Divulgação

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

07/07/2022 04h00

O Vasco terá mais um importante passo rumo à provável venda de 70% de sua SAF para a 777 Partners. Hoje (7), em sessão híbrida que terá início às 19h, o Conselho Deliberativo irá se reunir para conhecer os principais pontos e esclarecer dúvidas da proposta vinculante da empresa norte-americana, que promete investir R$ 700 milhões no futebol cruz-maltino nos próximos três anos e também assumir dívidas de R$ 700 milhões do clube.

Apesar de o encontro explicitar muitos detalhes do acordo, a íntegra do contrato não será exibida aos conselheiros, algo que motivou até mesmo uma reivindicação de grupos de oposição com um protocolo entregue na secretaria do clube.

A assessoria de imprensa da 777 Partners no Brasil ainda não confirma, mas é esperado que um representante da empresa esteja presente na reunião para dar explicações e responder a eventuais questionamentos. A tendência é a de que esta pessoa seja um executivo da Matix Advisors, consultoria que intermediou a negociação entre os americanos e os vascaínos. Um deles, por exemplo, já havia representado a 777 em reunião do Vasco com o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL).

Na semana passada, tiveram acesso ao contrato os presidentes de Poderes do clube e a Comissão Especial de Beneméritos. A apresentação aconteceu na sede da KPMG, empresa de consultoria contratada pelo Vasco.

Os conselheiros poderão participar da sessão do Deliberativo de hoje virtualmente ou de modo presencial na sede Náutica do clube, no bairro da Lagoa Rodrigo de Freitas (zona sul do Rio). A Vasco TV transmitirá ao vivo no YouTube.

Proposta não será colocada em votação

Embora ocorra uma apresentação dos detalhes da proposta vinculante, o acordo ainda não será colocado em votação entre os conselheiros. Isso só se dará após o parecer da Comissão Especial de Estudos, que tem prazo máximo até 21 de julho para entregá-lo. Os integrantes, no entanto, garantem que isto será feito bem antes da data limite.

Posteriormente, mesmo que a maioria dos conselheiros vote contra a proposta, a palavra final será do sócio do Vasco. Ainda não há uma data definida para esta votação entre os associados, mas internamente se trabalha com a possibilidade de que isto ocorra em 30 de julho. Ontem (6), a Junta Deliberativa divulgou a lista inicial com 6.336 sócios aptos a voto. A data para impugnações vai até 12 de julho.

O objetivo da diretoria do Vasco é que a 777 Partners tenha tempo de aproveitar a próxima janela de transferências, que abre no dia 18 e vai até 15 de agosto. Há um consenso de que o Vasco precisa se reforçar para o restante da Série B.

Vasco