PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Botafogo aplica vontade para superar falta de peças, mas ganha novas baixas

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/07/2022 04h00

Classificação e Jogos

Sem uma grande exibição, o Botafogo conseguiu — na base da determinação — vencer o Red Bull Bragantino por 1 a 0, na noite de ontem (4). O triunfo fora de casa, no Nabi Abi Chedid, aliviou a pressão na equipe, mas também trouxe três novos problemas para o técnico Luís Castro.

"Os jogadores se entregaram. Futebol nem sempre é bem jogado, mas exige dedicação e eles merecem os parabéns, pois foram melhores nisto", declarou o treinador após o embate da 15ª rodada do Brasileirão.

Castro teve, ao todo, nove desfalques para escalar o time diante do Massa Bruta, sete por lesão. O zagueiro Carli e o meia Chay, cumpriram suspensão e agora podem ficar à disposição. Por outro lado, o lateral direito Saravia e o atacante Vinícius Lopes, autor do gol da vitória, receberam o terceiro amarelo e são duas das novas baixas do comandante para enfrentar o Cuiabá na próxima rodada.

A terceira baixa é o volante Kayque, que ainda fará exames para saber a gravidade da contusão sofrida com menos de dez minutos de jogo. Com muitas dores no joelho direito, ele ainda tentou voltar para o gramado, mas, sem condições, foi substituído e precisou de muletas para ir até o vestiário no intervalo. Essa baixa amplia para oito o número de 'integrantes' do departamento médico que o time tem para as próximas rodadas. Ele deve fazer companhia a Erison, Lucas Piazon, Barreto, Victor Sá, Rafael, Carlinhos e Gustavo Sauer, que estão no departamento médico.

"Sofremos ao longo dos últimos tempos com muitas lesões e alguns castigos. O departamento médico está com um trabalho muito intenso para recuperar os jogadores. Estão trabalhando de forma intensiva. Recuperaram muito bem o Lucas Fernandes", avaliou o técnico.

O clube de General Severiano já começou a se movimentar para buscar reforços. Apesar de já negociar com o meia Carlos Eduardo, o cenário para as próximas rodadas não é animador. Como a janela de transferências só abre no dia 18, o Fogão precisa se virar com que tem por enquanto.

Somente na 18ª rodada, contra o Santos, no dia 20, o Alvinegro poderá ter as possíveis contratações em campo. Antes disso, a equipe ainda tem as partidas fora de casa contra Cuiabá (dia 10) e Atlético-MG (17), pelo Brasileiro, e diante do América-MG (14, em casa), no duelo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

Apesar das adversidades recorrentes, o Botafogo fez nove dos últimos 12 pontos e chegou aos 21, saltando para o novo lugar na tabela, ficando apenas três pontos atrás do Fluminense, que fecha o G6.

Botafogo