PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro tem missão de combater ingressos falsos nos jogos como mandante

Torcida do Cruzeiro encheu o Mineirão para o duelo com o Sampaio Corrêa  - Agência i7/Mineirão
Torcida do Cruzeiro encheu o Mineirão para o duelo com o Sampaio Corrêa Imagem: Agência i7/Mineirão

Lohanna Lima

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte, MG

03/07/2022 04h00

Classificação e Jogos


Diante dos recorrentes problemas de controle de acesso de torcedores em jogos do Cruzeiro no Mineirão, o clube se posicionou ontem (2) sobre os motivos que têm levado à liberação das catracas em meio a tumultos perto da hora das partidas. Como o UOL Esporte já havia informado, o clube recuperou as imagens de todos os jogos realizados em Belo Horizonte para tentar entender onde estava o gargalo.

Após as análises, o Cruzeiro concluiu que movimentos orquestrados por pessoas que vão ao estádio sem ingressos estão sendo realizados a fim de tumultuar a entrada. Além disso, muitos ingressos falsos estão sendo apresentados.

"Criminosos têm adulterado ingressos verdadeiros e apresentado os falsos para a entrada no estádio ou mesmo vendendo-os na internet. O alto número de ingressos falsos nas catracas do estádio tem, por óbvio, atrasado o processo de entrada (...) Pessoas estão agindo de forma coordenada, em momentos específicos, geralmente nos minutos prévios ao início do jogo, para forçar a entrada sem ingressos. Agindo de forma simultânea e em grande volume, inviabilizam a prática de verificação dos ingressos. Isso ocorre em setores específicos do estádio, não sendo generalizado", iniciou o clube na nota enviada à imprensa.

O apoio da torcida tem sido muito importante para o Cruzeiro na campanha. Prova disso é que o time venceu todos os jogos que jogou em Belo Horizonte pela Série B - sendo o único time com essa marca em toda a competição. Ciente de que a presença do torcedor é fundamental não só esportivamente, mas também financeiramente, o clube prevê ações junto com a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) para tentar inibir as ações dos criminosos.

"O Cruzeiro já se reuniu com a Polícia Militar buscando aperfeiçoar o fluxo de entrada no estádio. Não à toa, testamos novos formatos para a entrada do público. Também em conjunto, estamos trabalhando para identificar os criminosos que seguem com as práticas acima. O procedimento seguirá sendo ajustado e seremos cada vez mais rigorosos com a entrada, adotando os bloqueios necessários para que esses criminosos não só deixem de adentrar o estádio, como sejam penalizados por suas atitudes. Também por esse trabalho coletivo, agradecemos publicamente o trabalho e proatividade da Polícia, assim como do Mineirão", completou.

O próximo jogo do Cruzeiro em casa será pela Copa do Brasil, diante do Fluminense, pelas oitavas de final da competição, no dia 12 de julho, às 21h (de Brasília), no Mineirão. A expectativa é de um público superior a 50 mil pessoas, uma vez que o encontro definirá quem avança às quartas de final do torneio. O jogo de ida terminou com vitória da equipe carioca por 2 a 1 no Maracanã.

Cruzeiro